Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > PPGSSocial > Apresentação
Início do conteúdo da página

Apresentação

O curso de Pós Graduação Stricto Sensu - Mestrado Acadêmico em Serviço Social da UFT foi aprovado pela Capes/MEC em 26/10/2018 e concretiza um grande sonho dos assistentes sociais docentes do curso de Serviço Social da Universidade e dos egressos e assistentes sociais do estado do Tocantins. Esse curso vem sendo planejado pelo Colegiado do curso de Serviço Social da UFT desde 2010, pois neste período houve a titulação dos docentes, o fortalecimento da produção científica na área e ainda a criação, em 2017, da 1ª turma de pós-graduação lato sensu - especialização em Serviço Social e Política Social, dez anos após a criação do curso na UFT. 

Percorrendo uma longa trajetória até 2018, a categoria de assistentes sociais possui, segundo informações divulgadas pelo Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), 160 mil profissionais registrados, nos 26 Conselhos Regionais sediados nos diferentes estados brasileiros, sendo o Serviço Social reconhecido como uma área de conhecimento vinculada às Ciências Sociais Aplicadas. No Tocantins, a trajetória da profissão vincula-se ao movimento de fundação do Estado e a estruturação de órgãos, instituições e políticas sociais implementadas. No que tange ao perfil de profissionais assistentes sociais sediados no Tocantins, de acordo com os dados oferecidos pelo Conselho Regional de Serviço Social (CRESS 25ª Região), são 2.393 profissionais inscritos no total. Quanto à formação destes profissionais, 1.630 graduaram-se em cursos na modalidade de ensino presencial e 763 vincularam-se à modalidade de ensino à distância. Em estudo realizado por Garcia e Nogueira (2017) sobre a pós-graduação em Serviço Social no Brasil, é possível constatar a seguinte realidade: dos 34 programas vinculados à área de Serviço Social (A32), 12 estão na região Sudeste (36,4%), 11 na região Nordeste (33,3%), 5 na região Sul (15,2%), 3 na região Centro-Oeste (9%) e 2 estão na região Norte (6%). Assim, 69,7% dos programas se concentram nas regiões Sudeste e Nordeste.

Destaca-se a importância de mais um curso de mestrado para a Região Norte e, particularmente, para o estado do Tocantins, que está geograficamente distante de outras universidades que oferecem pós-graduação em nível de mestrado e doutorado em Serviço Social na região. Devido a essa distância, muitos(as) de nossos(as) egressos(as) e profissionais de Serviço Social têm dificuldade em acessar a pós-graduação stricto sensu. O resultado desse processo é a pequena quantidade de profissionais mestres e doutores presentes no estado. O curso de Serviço Social da UFT formou, até o ano de 2017, 167 assistentes sociais e, atualmente, é o curso mais consolidado, em termos de quadro docente, no câmpus de Miracema.

Este curso objetiva formar e aprimorar profissionais do Serviço Social e de áreas afins para atuarem nas dimensões formativa, investigativa e interventiva com ênfase nas políticas sociais e direitos. De forma específica, o curso almeja: produzir e socializar conhecimentos no âmbito das políticas sociais, diversidade e dos direitos humanos; formar mestres para o exercício da docência e investigação, aprofundando o conhecimento na área de concentração do curso, bem como para o enfrentamento de desafios emergentes que demandem a intervenção profissional; contribuir com o desenvolvimento da região norte através da qualificação técnico profissional e na formação de pesquisadores, com produção bibliográfica no âmbito das particularidades regionais.

 

Fim do conteúdo da página
-->