Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Agronomia > Núcleo Docente Estruturante > Ensino > Cursos de Graduação > Curso de Graduação Zootecnia - Câmpus de Araguaína
Início do conteúdo da página

Curso de Graduação Zootecnia - Câmpus de Araguaína

Curso de Graduação em ZootecniaPortal do Aluno | Portal do Professor | Bibliotecas | Repositório Inst. | Moodle | Calendário Acadêmico  

Bem-vindo à página do Curso de Zootecnia da UFT!

Você que é aluno, fique atento às datas do calendário acadêmico.

Informações Gerais

 
Local: Câmpus de Araguaína (EMVZ)
Formação: Bacharelado
Modalidade: Presencial
Duração: 05 anos (10 semestres)
Turno: Integral
Criação e Autorização: Parecer CESu n° 118/1991, de 19/12/1991 e Decreto Federal de 20/04/1993-DOU de 22/04/1993, S.1, p.5164
Reconhecimento: Decreto Estadual nº 1.773 de 16/06/2003 - DOE de 27/06/2003
Renovação de Reconhecimento:
  1. Portaria MEC nº 588 de 06/09/2006-DOU de 12/09/2006, S.1, p. 18
  2. Portaria MEC nº 01 de 06/01/2012-DOU de 09/01/2012, S.1, p.19
Estrutura Curricular: Resolução n° 028/2010 - Consepe
Conceito Enade: 03 (2013)
Conceito Preliminar de Curso (CPC): 03 (2013)
Conceito de Curso (CC): 04 (2005)

 Mais informações no sistema e-Mec.

 

Sobre o Curso

Curso de Graduação em Zootecnia da UFT tem como objetivo geral disponibilizar informações para o graduando de forma que este possa atuar em todos os setores da agropecuária mundial, propondo políticas de desenvolvimento, visando a uma atividade sustentável em qualquer região onde venha a desenvolver seu trabalho.

São objetivos específicos, segundo o seu PPC:

  • Capacitar o graduando para atuar nas áreas de assistência técnica, ensino, pesquisa e extensão, empregando tecnologias avançadas no setor agropecuário;
  • Capacitar o graduando para resolver os problemas identificados, propor soluções e inovações a partir das necessidades local, regional, nacional e mundial, buscando a sustentabilidade do setor.
  • Com quatro estrelas, o curso da UFT está entre os melhores do país segundo a avaliação do Guia do Estudante.

 

Sobre a Profissão

Zootecnia está relacionada à busca de produtividade, rentabilidade e sustentabilidade na criação de animais e no desenvolvimento de produtos de origem animal.

O zootecnista atua em toda a cadeia produtiva animal, em áreas como nutrição e alimentação, melhoramento genético dos rebanhos, manejo e planejamento de criação, pesquisa e controle de qualidade, e também na indústria, na produção de alimentos como embutidos e laticínios.

Perfil Profissional do Egresso

Para atender a expectativa de consolidação entre as proposições contextualizadas no projeto pedagógico do curso de Zootecnia da UFT, buscar-se-ão ações e atitudes que possibilitem aos graduandos:

I – Sólida formação de conhecimentos científicos e tecnológicos no campo da Zootecnia, dotado de consciência ética, política, humanista, com visão crítica e global da conjuntura econômica, social, política, ambiental e cultural da região onde atua, no Brasil e no mundo;
II – Capacidade de comunicação e integração com vários agentes que compõem os complexos agroindustriais;
III – Raciocínio lógico, interpretativo e analítico para identificar e solucionar problemas;
IV – Capacidade para atuar em diferentes contextos, promovendo desenvolvimento, bem-estar e qualidade de vida aos cidadãos e comunidades;
V – Compreensão da necessidade do contínuo aprimoramento de suas competências e habilidades profissionais.

 

Como resultante das forças delineadoras estabelecidas na busca do perfil desejado, o profissional da zootecnia graduado pela UFT, estará preparado com competências e habilidades para atuar de diversas formas:

I – Fomentar, planejar, coordenar e administrar programas de melhoramento genético das diferentes espécies animais de interesse econômico e de preservação, visando maior produtividade, equilíbrio ambiental e respeitando as biodiversidades no desenvolvimento de novas tecnologias agropecuárias;
II – Atuar na área de nutrição e alimentação animal utilizando os conhecimentos sobre o funcionamento do organismo animal visando aumentar a produtividade e o bem-estar animal, suprindo suas exigências, com equilíbrio fisiológico;
III – Responder pela formulação, fabricação e controle de qualidade das dietas e rações para animais, responsabilizando-se pela eficiência nutricional das fórmulas;
IV – Planejar e executar projeto de construções rurais, formação e/ou produção de pastos e forrageiras e controle ambiental;
V – Pesquisar e propor formas mais adequadas de utilização dos animais silvestres e exóticos, adotando conhecimentos de biologia, fisiologia, etologia, bioclimatologia, nutrição, reprodução e genética, visando seu aproveitamento econômico ou sua preservação;
VI – Administrar propriedades rurais, estabelecimentos industriais e comerciais ligados à produção, melhoramento e tecnologias animais;
VII – Avaliar e realizar peritagem em animais, identificando taras e vícios, com fins administrativos, de crédito, seguros e judiciais e elaborar laudos técnicos e científicos no seu campo de atuação;
VIII – Planejar, pesquisar e supervisionar a criação de animais de companhia, esporte e lazer, buscando seu bem-estar, equilíbrio nutricional e controle genealógico.
IX – Avaliar, classificar e tipificar produtos e subprodutos de origem animal, em todos os seus estágios de produção;
X – Responder técnica e administrativamente pela implantação e execução de rodeios, exposições, torneios e feiras agropecuárias. Executar o julgamento, supervisionar e assessorar inscrições de animais em sociedades de registro genealógico, exposições, provas e avaliações funcionais e zootécnicas;
XI – Realizar estudos de impacto ambiental, por ocasião de implantação de sistemas de produção de animais, adotando tecnologias adequadas ao controle, aproveitamento e reciclagem dos resíduos e dejetos;
XII – Desenvolver pesquisas que melhorem as técnicas de criação, transporte, manipulação e abate, visando o bem-estar animal e o desenvolvimento de produtos de origem animal, buscando qualidade, segurança alimentar e economia;
XIII – Atuar nas áreas de difusão, informação e comunicação especializada em Zootecnia, esportes agropecuários, lazer e terapias humanas com uso de animais;
XIV – Assessorar programas de controle sanitário, higiene, profilaxia e rastreabilidade animal, públicos e privados, visando à segurança alimentar humana;
XV – Responder por programas oficiais e privados em instituições financeiras e de fomento a agropecuária, elaborando projetos, avaliando propostas, realizando perícias e consultas;
XVI – Planejar, gerenciar ou assistir diferentes sistemas de produção animal e estabelecimentos agroindustriais, inseridos desde o contexto de mercados regionais até grandes mercados internacionalizados, agregando valores e otimizando a utilização dos recursos potencialmente disponíveis e tecnologias sociais e economicamente adaptáveis;
XVII – Atender às demandas da sociedade quanto a excelência na qualidade e segurança dos produtos de origem animal, promovendo o bem-estar, a qualidade de vida e a saúde pública;
XVIII – Viabilizar sistemas alternativos de produção animal e comercialização de seus produtos ou subprodutos, que respondam a anseios específicos de comunidades à margem da economia de escala;
XIX – Pensar os sistemas produtivos de animais contextualizados pela gestão dos recursos humanos e ambientais;
XX – Trabalhar em equipes multidisciplinares, possuir autonomia intelectual, liderança e espírito investigativo para compreender e solucionar conflitos, dentro dos limites éticos impostos pela sua capacidade e consciência profissional;
XXI – Desenvolver métodos de estudo, tecnologias, conhecimentos científicos, diagnósticos de sistemas produtivos de animais e outras ações para promover o desenvolvimento científico e tecnológico;
XXII – Promover a divulgação das atividades da Zootecnia, utilizando-se dos meios de comunicação disponíveis e da sua capacidade criativa em interação com outros profissionais;
XXIII – Desenvolver, administrar e coordenar programas, projetos e atividades de ensino, pesquisa e extensão, bem como estar preparado para atuar nos campos científicos que permitem a formação acadêmica do zootecnista;
XXIV – Atuar com visão empreendedora e perfil pró-ativo, cumprindo o papel de agente empresarial, auxiliando e motivando a transformação social; e,
XXV – Conhecer, interagir e influenciar as decisões de agentes e instituições na gestão de políticas setoriais ligadas ao seu campo de atuação.

Histórico

O Curso de Zootecnia da UFT foi criado em 1999, autorizado pelo Conselho Estadual de Educação do Estado do Tocantins, na Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), no Câmpus de Gurupi, sendo transferido, por autorização do Conselho Superior daquela Instituição para o Câmpus de Araguaína, em julho de 2001.

Sua matriz curricular inicial foi integralizada no ano de 2004, aproveitando a transição para a Universidade Federal do Tocantins, quando sua estrutura curricular foi adaptada ao regime de créditos e atualizada pela Congregação dos Docentes em exercício.

A partir de 2005, foram iniciados estudos para um novo Projeto Pedagógico, o qual foi concluído e aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) no ano de 2010, pela Resolução n° 028/2010.

O Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Zootecnia baseia-se nas Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Zootecnia estabelecidas pelo Conselho Nacional de Educação (parecer CES 337/04, DOU de 29 de dezembro de 2004, seção 1, página 269). A homologação das Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Zootecnia deu-se em 17 de dezembro de 2004 (DOU de 20 de dezembro de 2004, número 243, seção 1, página 29). Finalmente, as Diretrizes Curriculares foram definidas pela Resolução número 4 de 02 de fevereiro de 2006, publicada no DOU no. 25, de 03 de fevereiro de 2006, seção 1, páginas 34 e 35.

Infraestrutura

...

Corpo Docente

Veja a lista de docentes do colegiado e acesse os seus respectivos Currículos Lattes por meio do Banco de Fontes Acadêmicas da UFT.

Contatos

Curso de Graduação em Zootecnia

Endereço:
Universidade Federal do Tocantins (UFT)
Câmpus de Araguaina | Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia
BR 153, Km 112 | Caixa Postal 132
77804-970 | Araguaína/TO

Telefone: (63) 2112-2123 | (63) 2112-2107
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Site: www.uft.edu.br/zootecnia

Coordenador: Prof. Alencarino José da Silva Falcão
Secretária: Fernanda Almeida

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página