Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Histórico

O Curso de Ciências Biológicas - modalidades Licenciatura e Bacharelado -, em funcionamento desde 1992 na Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), foi reconhecido em 1998. Desde então, tem contribuído com o contínuo desenvolvimento do Estado do Tocantins nas áreas de ensino, pesquisa, preservação, saúde e educação.

O primeiro vestibular para o curso realizou-se em 1992 para o período noturno, conforme Parecer de Implantação do Conselho Estadual de Educação do Estado do Tocantins de dezembro de 1991 e Decreto de Autorização publicado no Diário Oficial nº 74, de abril de 1993. Em 1994, houve somente abertura de vagas no vestibular para o período diurno integral. Isso ocorreu até 1998, quando foram oferecidas vagas no período diurno integral e noturno. Novamente em 2000, foram oferecidas 40 vagas somente para o período diurno integral.

A partir do segundo semestre de 2001, com a estruturação da Universidade Federal do Tocantins (UFT) que encampou parte da Unitins, o Curso de Ciências Biológicas passou a funcionar sob a jurisdição da nova Instituição Federal do Ensino Superior (Ifes). Naquela ocasião, foi realizado o primeiro vestibular oferecendo-se 30 vagas para o período diurno integral (Licenciatura-Bacharelado) e 30 vagas para o período noturno (Licenciatura), sendo que a estrutura curricular foi implantada no sistema de crédito semestral.

No primeiro semestre de 2002 foi realizado o vestibular para a admissão de 60 alunos, conforme critérios utilizados no processo seletivo anterior e que perduram até hoje.

O Curso de Ciências Biológicas no Estado do Tocantins foi criado principalmente para atender a demanda de formação de professores com nível superior para o ensino fundamental e médio do Estado do Tocantins. Neste sentido verificou-se que ao longo da primeira década, após a criação do referido curso, praticamente todos os alunos formados foram absorvidos, pelas redes municipal e estadual de ensino. No entanto, a demanda por profissionais na área de ensino continua alta. 

Em 2009, o Curso passou a funcionar com duas grades curriculares, sendo uma entrada de 30 alunos para a modalidade bacharelado e outra também para 30 alunos na modalidade licenciatura, por semestre.

O Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Ciências Biológicas - Licenciatura foi aprovado pela Resolução do Conselho Superior de Pesquisa Ensino e Extensão (Consepe) nº 05, de 1° de abril de 2009, e o PPC do bacharelado pela Resolução do Consepe nº 06 de 1° de abril 2009. Este, porém, precisou adequar a carga horária mínima exigida pelo MEC, sendo aprovado novamente por meio da Resolução Consepe nº 024, de 15 de setembro de 2010.

Em 2016, o Curso de Ciências Biológicas conta com 23 professores efetivos, sendo três mestres e 20 doutores (seis pós-doutores) e dois substitutos. Todos têm jornada de trabalho de dedicação exclusiva.

Fim do conteúdo da página
-->