Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Servidor José Pereira Guimarães Neto recebe certificado de "Mérito Universitário"
Início do conteúdo da página
Recém-aposentado

Servidor José Pereira Guimarães Neto recebe certificado de "Mérito Universitário"

Por Bianca Zanella - Revisão: Paulo Aires | Publicado: Terça, 13 de Dezembro de 2022, 09h52 | Última atualização em Terça, 13 de Dezembro de 2022, 12h14

O servidor técnico-administrativo José Pereira Guimarães Neto recebeu, nesta segunda-feira (12), na reunião do Conselho Universitário (Consuni), o certificado “Mérito Universitário”. A homenagem outorgada pelo reitor é um reconhecimento pelos 19 anos de dedicação e serviços prestados pelo servidor, que se aposentou em novembro de 2022, à Universidade Federal do Tocantins.

Foto: Bianca Zanella/SucomFoto: Bianca Zanella/Sucom

Graduado em Ciências Contábeis, Guimarães, como é conhecido por todos os colegas, começou sua carreira no serviço público federal na Universidade de Brasília, em 1983. Ele foi redistribuído para a Universidade Federal de Goiás em 1989, e para a UFT em 2003. Assim, foi um dos primeiros servidores do quadro permanente da Universidade e, também, o primeiro servidor técnico-administrativo a assumir um cargo na gestão superior da UFT, onde foi diretor Financeiro, Pró-Reitor de Administração e Finanças e, cedido para a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), foi Superintendente do Hospital de Doenças Tropicais, o hospital universitário da UFT, hoje pertencente à Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT). Como diretor-administrativo, Guimarães colaborou, ainda, na elaboração do estatuto e na implantação da Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (Fapto), instituição onde segue atuando, após a aposentadoria pela UFT.

Foto: Bianca Zanella/SucomFoto: Bianca Zanella/Sucom

O reitor Luís Eduardo Bovolato enalteceu as contribuições de Guimarães à UFT, que se destacou no desempenho de diversas funções, e lembrou dos desafios do período da implantação do hospital universitário em Araguaína, quando Bovolato era, então, diretor do Câmpus da Universidade naquele município. “Diante dessa grande trajetória profissional, a UFT tem muito a agradecer a este servidor que tanto entregou à nossa Instituição”, disse, lembrando que, por suas atividades na Fapto, Guimarães não deve se afastar completamente da Universidade.

Foto: Bianca Zanella/SucomFoto: Bianca Zanella/Sucom

Emocionado, Guimarães, que acompanhou toda a reunião do Consuni, recebeu o carinho e a admiração dos colegas. “Passa um filme na cabeça da gente... quantas reuniões eu participei na função pública que eu desempenhava e o quanto que eu aprendi nesse Conselho, sobre assuntos que eu não conhecia porque eram fora da minha área. Quando eu cheguei aqui, em 2003, a UFT era uma universidade em que tudo estava para ser feito. E uma universidade que começou ao avesso, pois nós tínhamos os alunos, mas não tínhamos professores nem técnicos. Foi um imenso desafio, mas foi algo gostoso de ser feito porque nós tínhamos um propósito, e hoje a gente vê com satisfação que a Universidade se solidificou dentro do nosso estado”, disse ele, ao agradecer a homenagem. “Meu sentimento é de gratidão, pois eu recebi muito mais do que dei para essa Instituição”, finalizou.

* Os participantes do Consuni utilizaram máscaras sanitárias durante a reunião, obedecendo à portaria que tornou o acessório novamente obrigatório nos espaços internos da Universidade, desde o dia 5 de dezembro, em função do novo aumento de casos de Covid-19. O uso de máscaras foi flexibilizado apenas no momento da foto.

registrado em:
Fim do conteúdo da página