Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Professores da UFT criam calculadora de dose de radiação solar
Início do conteúdo da página
inovação

Professores da UFT criam calculadora de dose de radiação solar

Por Virgínia Magrin | Revisão: Paulo Aires | Publicado: Segunda, 25 de Mai de 2020, 09h51 | Última atualização em Segunda, 25 de Mai de 2020, 20h39

Uma ferramenta para determinar a radiação média durante um intervalo de tempo, essa é a calculadora solar criada pelos professores Grasiele Cavallini e Douglas Castro e o aluno do Mestrado em Química do Câmpus da UFT em Gurupi, Dennis Ferreira. Apesar de existirem outras pesquisas que usam a dose de radiação solar, a ferramenta que já foi registrada, pode ser única com o método adotado pela a equipe, até agora não se conhece outra pesquisa que use o método.

Para entender melhor a calculadora e seu uso, vale imaginar que cada processo que usa a radiação solar precisa medir a quantidade de radiação que ele recebe. Se medir às 8h da manhã será um número, às 12h será outro completamente diferente. Durante o dia a radiação varia muito, além de ser influenciada por outras variáveis como um céu nublado. Se ainda assim alguém medisse essa quantidade de radiação solar, para calcular a dose era necessário fazer uma média aritmética de várias medições ao longo do dia, que gerava um valor com porcentagem de erro de até 50%, o que é muito alto.

E foi para diminuir a porcentagem de erro e otimizar o trabalho de diferentes públicos que fazem uso dessa fonte de energia, que a equipe se juntou e desenvolveu a calculadora solar, incorporando na ferramenta uma forma mais precisa de se obter a média, via regra de Simpson. A descoberta também contribui para a pesquisa dos professores e alunos, que discutiam sobre o que fazer para simplificar o cálculo da dose de radiação solar necessária para desinfetar água.

Dennis Ferreira operando a calculadora.

Contribuição

Grasiele conta que a ferramenta tem contribuído muito com as pesquisas. “Como a intensidade solar varia muito durante o dia é importante ter um valor médio que represente o sistema da forma mais próxima do real, para que posteriormente a informação da dose de radiação recebida seja confiável. Na prática, uma pessoa vai medir a radiação solar e obter várias intensidades no intervalo de tempo, quando ele colocar os dados na calculadora ele obterá um único valor que representa a média referente ao intervalo de tempo. Se outra pessoa quiser repetir, ela poderá se basear nessa média para saber se obteve a mesma dose de radiação”, explica a professora.

Por sua vez, Douglas esclarece duas situações que exemplificam a importância da ferramenta: “Se estiver em foco a desinfecção de água, a calculadora pode oferecer a dose que foi recebida com mais exatidão e assim gerar recomendações de tempo de exposição mais confiáveis. Por outro lado, a radiação também é de interesse para geração de energia solar. A calculadora pode ser aplicada nesse contexto e gerar dados mais precisos para cálculo do potencial de geração de energia”.

A ferramenta criada utiliza uma equação bastante complicada, que dificilmente seria feita à mão, como uma média aritmética. De acordo com os pesquisadores, a calculadora permitirá ao usuário ter o erro do cálculo da dose de radiação bastante minimizado, visto que, comparado à média aritmética, o método de Simpson é muito mais preciso e consequentemente mais confiável.

Quem pode ter acesso a calculadora e de que forma? A calculadora é de livre acesso e pode ser conferida aqui.

 

registrado em:
marcador(es): Gurupi,Propesq,PPGQ,Home,Química
Fim do conteúdo da página
-->