Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Laboratório de Cromatografia e Espectrometria está aberto à parcerias públicas ou privadas
Início do conteúdo da página
QUÍMICA

Laboratório de Cromatografia e Espectrometria está aberto à parcerias públicas ou privadas

Por Virgínia Magrin/ Revisão: Paulo Aires | Publicado: Quinta, 12 de Setembro de 2019, 17h23 | Última atualização em Quinta, 12 de Setembro de 2019, 17h56

Professor Niculau opera um dos equipamentos do Laboratório (Foto: Divulgação)Professor Niculau opera um dos equipamentos do Laboratório (Foto: Divulgação)Com a intenção de colaborar para o desenvolvimento da Universidade Federal do Tocantins (UFT), seus futuros profissionais, das empresas públicas e privadas do País e da região norte do estado, é que nasceu o Laboratório de Cromatografia e Espectrometria (LabCrom ) do curso de Química, no Câmpus de Araguaína.

Entre os equipamentos disponíveis do laboratório estão o GC-MS e HPLC-DAD, que permitem desenvolver análises qualitativas e quantitativas de agrotóxicos (pesticidas), compostos poluentes emergentes, compostos orgânicos voláteis (VOCs), contaminantes em geral (HPAs, TPH, BTEX, etc) presentes em diversas matrizes como, por exemplo, plantas, microrganismos, alimentos, combustíveis, solo e fluídos biológicos.

Além disso, é possível desenvolver trabalhos na área de forense criminal. O Fotômetro de chama permite leituras estáveis e reprodutíveis de sódio, cálcio, lítio e potássio presentes em alimentos, cerâmica, fertilizantes, cimento, bebidas e fluídos biológicos. O professor e coordenador do laboratório, Edenilson dos Santos Niculau , explicou que em breve, também será possível realizar parcerias público-público e público-privada nessas áreas, utilizando, principalmente, o GC-MS e HPLC-DAD.

Parcerias

As entidades públicas e privadas podem fechar parcerias por meio de acordos, convênios ou prestação de serviços com o LabCrom. “Muitas empresas privadas da região, por exemplo, na área de alimentos, necessitam realizar análises qualitativas e/ou quantitativas de compostos químicos para atender normativas de legislações específicas. Realizando essas análises aqui no estado, haverá uma redução de custo e tempo, pois muitas dessas análises são realizadas fora do Tocantins. Instituições públicas, por sua vez, podem apresentar algumas dificuldades relacionadas ao corpo técnico e infraestrutura laboratorial para atender suas demandas e a UFT pode contribuir nesse sentido”, explicou Niculau.

Pesquisa e extensão

No LabCrom, os docentes desenvolvem trabalhos e projetos de  ensino, pesquisa e extensão com ênfase nas seguintes linhas: Identificação e semi-quantificação de compostos voláteis em microrganismos, óleos essenciais in natura e encapsulados, em plantas isoladas e associadas a fungos e bactérias; Análises de frutos e bebidas do cerrado tocantinense com ênfase na caracterização físico-química e perfil cromatográfico de amostras complexas.

Também são realizadas análises de parceiros da própria UFT e de outras instituições. Atualmente o laboratório atende quatro trabalhos de iniciação científica e cerca de dez trabalhos de conclusão de curso  estão em desenvolvimento.

Tecnologia de ponta

Laboratório recebeu a visita do reitor Luís Eduardo Bovolato (Foto: Divulgação)Laboratório recebeu a visita do reitor Luís Eduardo Bovolato (Foto: Divulgação)O laboratório auxilia diretamente na qualidade da formação educacional dos estudantes de graduação do curso de Química, além da pós-graduação e graduação da instituição, pois os equipamentos disponíveis são de ponta. Niculau enfatiza, que isso vai permitir que os estudantes aprendam algumas das técnicas utilizadas nas melhores instituições do Brasil e nos desenvolvidos.

Ademais, haverá uma contribuição para a Universidade na área de inovação e prestação de serviços. “De acordo com a efetivação e demanda das parcerias, os próprios alunos e ex-alunos serão absorvidos para trabalharem no laboratório por meio de bolsas ou contratação técnica. Além de atender a sociedade com a transferência de tecnologia, a prestação de serviços faz com que a Universidade tenha outra fonte de recursos que podem ser aplicados na graduação e pesquisa”, elucidou o professor Niculau.

Para ele, o próximo passo agora será a acreditação e registro do laboratório em algumas agências regulamentadoras, além de aquisição de novos equipamentos: Espectrômetro de infravermelho por Transformada de Fourier, Espectrofotômetro de Varredura, Espectrômetro de Massa com Plasma Acoplado Indutivamente (ICP-MS), Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência Acoplado ao Espectrômetro de Massas (LC-MS), Espectrômetro de Massas de alta resolução, além de outros equipamentos de rotina laboratorial.

Laboratório Equipado

O Laboratório de Cromatografia e Espectrometria (LabCrom) está localizado no Câmpus de Araguaína, no Bloco B, do Curso de Química, e está equipado com os seguintes equipamentos: um Cromatógrafo a Gás (GC) Agilent Technologies 7890B hifenizado a um espectrômetro de massas (MS) 5977B do tipo Quadrupolo simples operando com fonte de ionização por impacto eletrônico e uma coluna capilar HP-5MS, L = 30 m, DI = 0,25 mm e filme = 0,25 µm; um Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência (HPLC) Shimadzu Corporation, contendo detector de arranjo de diodos SPD-M20A e bomba quaternária LC-20AT operando com uma coluna VP-ODS C18  (150 x 4,6 mm, 5 µm); um sistema de ultrapurificação de água; um condutivímetro;  um fotômetro de chamas Analyser modelo 910; duas balanças analíticas Shimadzu;  uma geladeira Frost Free; quatro computadores e duas impressoras, além de alguns consumíveis, vidrarias e reagentes.

O Laboratório conta ainda com a assistência de três técnicas químicas - Karolina Lima Nogueira, Gildeth Pereira de Oliveira e Ana Rosa Carvalho de Oliveira - e dois professores Químicos - Edenilson dos Santos Niculau e Flamys Lena do Nascimento Silva, responsáveis por realizar as análises cromatográficas no GC-MS e HPLC-DAD.

Interessados em mais detalhes ou possíveis parcerias podem entrar em contato pelos e-mails Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

registrado em:
marcador(es): Araguaína,Home,Química
Fim do conteúdo da página
-->