Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Agrotins é uma grande vitrine de oportunidades para inovação e pesquisa
Início do conteúdo da página
AGROTINS 2019

Agrotins é uma grande vitrine de oportunidades para inovação e pesquisa

Por Samuel Lima e Daniel dos Santos | Publicado: Quarta, 08 de Mai de 2019, 09h59 | Última atualização em Quarta, 08 de Mai de 2019, 10h29
// // //

Uma grande vitrine de oportunidades para a inovação e pesquisa. Foi assim que o reitor Luis Eduardo Bovolato definiu a 19ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins) e que, novamente, conta com a participação da Universidade Federal do Tocantins (UFT) com espaço próprio e mais de duas dezenas de tecnologias e serviços sendo demonstrados.

A abertura oficial, ocorrida às 10h desta terça-feira (7) no Espaço de Convivência do Centro Agrotecnológico de Palmas, contou com a presença do governador Mauro Carlesse, de secretários e deputados do Estado, de representantes de entidades relacionadas ao agronegócio, da prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, de vereadores da Capital e prefeitos de cidades do interior, representantes de instituições de ensino e empresários.

UFT Agro

A Agrotins é a maior feira agrotecnológica do segmento agropecuário da Região Norte do país. Nessa feira se reúnem vários expositores, empresas, produtores rurais e entidades ligadas ao agronegócio, culminando em uma grande vitrine de oportunidades. Neste contexto, a UFT se apresenta mostrando sua cara em relação ao que a Universidade produz, do ponto de vista da inovação das pesquisas realizadas nas Ciências Agrárias e toda a cadeia produtiva do agronegócio, que é bastante ampla.

Para o reitor, eventos dessa natureza são importantes para que a instituição marque presença. "É uma grande vitrine, que dá visibilidade para as instituições. Para nossa universidade, e ainda mais em momentos como esse, é uma boa aproximação para mostrarmos o que estamos fazendo, não só na formação profissional, mas também nas atividades de extensão e pesquisa, que são desenvolvidas na Universidade".

Bovolato destaca ainda que o ambiente de uma feira de agronegócios é onde se conhecem equipamentos bastante sofisticados e onde são apresentadas novas técnicas de manejo e novos cultivares. "Tudo isso é fruto, obviamente, de pesquisa, de desenvolvimento científico. Em nosso país, mais de 95% da inovação, da ciência e da tecnologia são desenvolvidas nas instituições federais de ensino e nos institutos de pesquisa".

O reitor enfatiza que a Agrotins tem crescido a cada ano e a Universidade Federal do Tocantins não poderia ficar de fora. "Nossa expectativa é, cada vez mais, atrair os colegas professores, técnicos e alunos, através de suas pesquisas e também das empresas júniores, para que apresentem e mostrem seus trabalhos. É uma grande vitrine de oportunidades. Estamos bastante satisfeitos com nossa participação.

Experiência aos estudantes

Quando se fala em pesquisas, as pessoas pensam em pós-graduação, mestres e doutores. O que é pouco lembrado é que ainda na graduação os estudantes desenvolvem suas pesquisas. Na Agrotins, empresas júniores também estão com estande próprio em nosso espaço UFT Agro, apresentando seus produtos prontos para serem absorvidos pelo mercado. É o caso da CAJÚ - Consultoria Alimentar Júnior, vinculada ao curso de Engenharia de Alimentos e que realiza projetos de consultoria no setor alimentício, com o objetivo de impulsionar a competitividade de microempreendedores individuais e micro, pequenas e grandes empresas do ramo.

registrado em:
marcador(es): Propesq,Pesquisa,Home,Agrotins
Fim do conteúdo da página