Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Aula Inaugural do Mestrado em Serviço Social é marco histórico para Miracema
Início do conteúdo da página
PÓS-GRADUAÇÃO

Aula Inaugural do Mestrado em Serviço Social é marco histórico para Miracema

Por Daniel dos Santos | Publicado: Quinta, 28 de Março de 2019, 19h26 | Última atualização em Quinta, 28 de Março de 2019, 19h31
// // //

O dia 27 de março de 2019 agora é uma data histórica para a cidade de Miracema. Foi o dia da aula inaugural do Mestrado em Serviço Social (PPGSSocial), o primeiro mestrado da cidade. O curso de Serviço Social já é ofertado há 12 anos e formou mais de 200 profissionais, que agora poderão se aprimorar e qualificar ainda mais os benefícios trazidos pela área para a região. Diversas autoridades da Universidade, da área de Serviço Social e do município estiveram presentes.

A coordenadora do curso de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSSocial), Célia Albiero, explicou a dimensão do significado da implantação desse mestrado em uma área que trabalha na efetivação de direitos nas políticas sociais e prestação de serviços à sociedade. “Isso vai fortalecer a profissão e articulação do Ensino, Pesquisa e Extensão. É o primeiro mestrado da cidade. O primeiro mestrado em Serviço Social do Tocantins e o terceiro da região norte”.

Jamilla Marques é recém-graduada em Serviço Social pela UFT e já ingressou na primeira turma do Mestrado do Serviço Social. Ela celebra que isso é uma grande conquista para a comunidade e também como profissional formada pela UFT que quer atuar na docência. “É a realização de sonho. Já tenho trajetória com pesquisa e faço parte de dois grupos: sobre família e sócio jurídico. A comunidade também ganha muito com a Universidade que produz pesquisa e extensão”.

Aula Inaugural

A aula inaugural foi ministrada pelo professor Maurílio Mattos, Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), sobre a "Pós-Graduação e os desafios ao Projeto Ético-Político frente a crise do capital e o avanço do conservadorismo”. O objetivo é tratar do compromisso que a categoria tem com o ensino e a defesa da universidade pública e a pós-graduação como espaço de produção de pesquisa e conhecimento que se dirige a população usuária do serviço social, que é a classe trabalhadora, segundo Mattos.

“A universidade pública é um patrimônio do Brasil. Quando a gente olha para os dados sobre os estudantes que entram, o perfil do alunado é de muitos que não poderiam pagar pela universidade. Mas é importante que a universidade se aproxime para além da inclusão de alunos. Para que o conhecimento produzido possa ser socializado e sobretudo que pesquise coisas importantes para essa sociedade. Temos de avançar muito nessa relação. Uma estratégia seria a extensão. Entretanto, há décadas o Brasil vem diminuindo o investimento na extensão universitária. Isso precisa ser revisto”, explicou o palestrante.

Repercussão

Em meio às falas das autoridades celebrando o momento, o pró-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa (Propesq), Raphael Pimenta, anunciou que foi assegurada junto a Capes a disponibilização de duas bolsas para o PPGSSocial. A pró-reitora de Graduação, Vânia Passos, que foi diretora do Câmpus de Miracema, exaltou que o mestrado também fortalece a graduação com a formação de futuros docentes. O diretor do Câmpus, André Luiz, exaltou que foi um sonho realizado e sonhado por muita gente entre estudantes, professores, técnicos e terceirizados. Enquanto a vice-reitora afirmou que essa é uma conquista não só para o curso e o Câmpus, como para toda a sociedade miracemense.

Fim do conteúdo da página