Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Alta responsável é o objetivo de reunião de discussão de caso promovido pelo HDT-UFT
Início do conteúdo da página
humanização

Alta responsável é o objetivo de reunião de discussão de caso promovido pelo HDT-UFT

Por Daianni Parreira | Publicado: Sexta, 15 de Março de 2019, 09h32 | Última atualização em Sexta, 15 de Março de 2019, 09h32

Araguaína (TO) - O Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), instituição filiada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), por meio da Equipe Multiprofissional, quando identificam casos complexos, realiza reuniões para discussão de caso, com intuito de planejar o cuidado para atender às necessidades daquele usuário. A ação utiliza a ferramenta de cuidado denominada de Projeto Terapêutico Singular (PTS), e um dos objetivos é a alta responsável, para continuidade do cuidado fora do hospital.

O encontro mais recente ocorreu na última semana, e contou com a presença de profissionais da atenção básica do município de Brasilândia (TO), cidade de origem do paciente que gerou o debate, que fica localizada a 155 km de Araguaína. No caso, o usuário está apto a receber alta, porém possui algumas limitações, o qual necessita de atendimento multidisciplinar em seu domicílio. Participaram da reunião a equipe multiprofissional das duas unidades de saúde, tais como: enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, médicos e residentes, assistentes sociais, terapeuta ocupacionais, psicólogos, dentistas, fonoaudiólogos, dentre outros.

Foto: Daianni Parreira

O enfermeiro da Saúde da Família de Brasilândia, Francisco Teixeira, explicou que o município recebeu a solicitação do HDT-UFT para juntos realizarem o PTS e já se organizaram para virem ao hospital conversar a respeito do atendimento e também, para esclarecer os níveis de atenção, descrever qual a capacidade instalada do município, do ponto de vista tecnológico e assistencial.

“Considero fundamental, a partir do momento em que se abre um canal de diálogo para discutir com vários profissionais da Rede de Atenção à Saúde sobre uma situação de vulnerabilidade, só conversando, buscando possibilidades que a gente consegue construir uma solução plausível, real e principalmente, uma solução definitiva para beneficiar o nosso usuário efetivamente”.

A cirurgiã dentista, Karina e Silva Pereira conduziu a reunião, e ao final também reforçou que considera essa parceria interinstitucional bastante positiva, tendo em vista que o usuário, com apoio dos dois lados, tanto do hospital de referência como do município onde ele reside, deste modo, ele vai ter um atendimento mais humanizado e completo, que é o objetivo comum das duas instituições de saúde.​

registrado em:
marcador(es): Araguaína,HDT,Home,HDT-UFT
Fim do conteúdo da página