Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Câmpus de Gurupi ofertará 40 vagas para curso básico de Libras
Início do conteúdo da página
CAPACITAÇÃO GRATUITA

Câmpus de Gurupi ofertará 40 vagas para curso básico de Libras

Por Bruna Santos | Supervisão: Samuel Lima | Publicado: Terça, 12 de Fevereiro de 2019, 08h00 | Última atualização em Terça, 12 de Fevereiro de 2019, 09h45

O Câmpus da UFT em Gurupi disponibilizará 40 vagas para um curso básico de Língua Brasileira de Sinais (Libras), voltado para a comunidade interna e externa da UFT. Os interessados devem ficar atentos ao cronograma do curso. A inscrição será aberta a partir das 08h do dia 25 de fevereiro e seguirá até às 00h do dia 26 do mesmo mês. Todo processo de inscrição será realizado de forma online por meio do preenchimento deste formulário.

O curso terá duração de quatro meses, com início no mês de março e término em julho. A iniciativa se deu a partir da necessidade de atender a demanda de professores e da acessibilidade do Câmpus de Gurupi quanto à inclusão de uma aluna do curso de Engenharia Florestal. "Foi necessário oferecer um curso para alunos e professores e estendeu essa oportunidade para a comunidade externa. O objetivo, para aquela época, era fazer com que a aluna surda se sentisse mais incluída dentro do Câmpus, já que havia um número maior de  pessoas que pudessem se comunicar com ela usando a Língua de Sinais e esse objetivo foi muito bem alcançado", afirma o tradutor e interprete do curso de Libras do Câmpus, Romário Barbosa.

A turma terá aula duas vezes na semana pela manhã no Câmpus. Estima-se cerca de 400 inscrições, conforme histórico do curso ofertado no ano passado. Toda comunidade externa e interna que tiver interesse poderá se inscrever, conforme as orientações do Edital. "Ano passado tivemos uma procura muito grande. Acreditamos que para a nova turma que será aberta nesse semestre iremos atender essa importância de oferecer inclusão não só para nós que atendemos alunos com surdez mas também dar continuidade e ajudar professores de redes públicas de ensino que também recebem no seus cotidiano alunos surdos", finaliza Barbosa.

 

 

registrado em:
marcador(es): Gurupi,Proex,Home
Fim do conteúdo da página
-->