Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Pesquisador da UFT desenvolve bioestimulantes de vegetais
Início do conteúdo da página
Unitec

Pesquisador da UFT desenvolve bioestimulantes de vegetais

Por Virgínia Magrin | Publicado: Terça, 20 de Novembro de 2018, 10h12 | Última atualização em Quarta, 21 de Novembro de 2018, 11h21
// // //

Extraído da base de turfas – matéria orgânica de regiões baixas formadas ao longo dos anos, principalmente na região da Bahia – o Humix hoje é um produto desenvolvido pelo professor e pesquisador da UFT, Rodrigo Tavares, para estimular o crescimento das plantas, aumentando a eficiência da adubação e da utilização da água.

A invenção consiste de uma mistura de ácidos húmico e fúlvicos extraídos de áreas de turfas. Por meio de extração sequencial é produzida uma solução natural e reciclada (por ser composta de substancias retiradas da natureza) que pode ser usada na germinação da semente, no solo - como uma espécie de argila líquida aumentando a capacidade do solo reter nutrientes, ou como um condicionador melhorando as caraterísticas físicas e químicas do mesmo. Na planta ele funciona como um bioestimulante que deixa ela maior e mais produtiva.

Tavares explica que com os componentes extraídos da natureza é possível trabalhar misturas específicas para cada cultura. “Essas substancias são bioestimulantes de vegetais e cada espécie responde de forma diferente a eles. O Humix, mistura do acido húmico, com o acido fúlvico, desenvolvido por nós é trabalhado de acordo com a planta e características do solo. Cada um exige uma concentração e porcentagem específica e diferente”, explica ele.

Além disso, o pesquisador ressalta que junto com esse produto extraído da natureza eles conseguem inserir micronutrientes específicos para cada cultura, e que é preciso ficar atento não apenas às concentrações, mas também, ao momento exato de se aplicar o produto.

Escala Comercial

O Humix já foi testado em pequenas plantações com sucesso e agora está na fase final de desenvolvimento, com a validação dos resultados no campo, vendo a resposta do produto e suas concentrações em um teste em escala comercial. O teste em larga escala está sendo feito em plantações de milho, soja e geminação de sementes na região do Tocantins e Goiás.

Os resultados finais estão previstos para o final da safra de 2019, ocasião em que também deve ser lançado o produto para venda, devidamente registrado e atestado. O produto deve chegar ao mercado com preços abaixo do praticado em pelo menos 25%.

Produtos personalizados

A formação do pesquisador Tavares é ligada a fertilidade do solo e a nutrição de plantas. Com o trabalho desenvolvido com o Humix, ele, juntamente com a sua equipe, conseguem desenvolver um produto especifico não só para cada cultura, mas também para cada produtor.

“Dependendo do solo do agricultor, do que ele já plantou... Analisamos tudo, melhoramos as condições do solo do produtor para que ele plante e colha plantas sadias e produtos específicos com boa qualidade e produtividade”, explica ele. Outra opção para o uso do Humix é na agricultura orgânica.

Unitec

Quem passar pela I Feira Tecnológica Universidade Empresa (Unitec), organizada pelo Sebrae em parceria com a UFT, Fieto e outras Instituições de Ensino Superior, vai ter ver expostos os produtos em versão diluída, para hortaliças e plantas ornamentais e em versão concentrada, para grandes culturas. Além deste produto, outros também estarão sendo apresentados na Feira.

Saiba mais sobre a Unitec.

Leia mais
registrado em:
Fim do conteúdo da página