Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Encontro das mulheres do agronegócio debate papel feminino no setor
Início do conteúdo da página
SEMANA TECNOLÓGICA

Encontro das mulheres do agronegócio debate papel feminino no setor

Por Samuel Lima | Publicado: Terça, 20 de Junho de 2017, 08h03 | Última atualização em Quarta, 21 de Junho de 2017, 09h20
// // //

Um sucesso! É como a organização do I Encontro das Mulheres do Agronegócio Tocantinense definiu o evento, realizado na última sexta-feira (16), como encerramento da Semana Tecnológica, na Exposição Agropecuária de Araguaína (Expoara). A professora, Ana Cláudia Ana Cláudia Gomes Rodrigues Neiva, uma das coordenadoras do Encontro, pontuou que mais de 140 mulheres - entre pecuaristas, agricultoras, profissionais da área e acadêmicas - participaram do evento, promovido por meio de parceria entre o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Universidade Federal do Tocantins. O evento ocorreu no estande do Sebrae, na Expoara.

Parte do grupo de mulheres que participou do Encontro no Parque de Exposições Dair José Lourenço, na Expoara (Foto: Divulgação)Parte do grupo de mulheres que participou do Encontro no Parque de Exposições Dair José Lourenço, na Expoara (Foto: Divulgação)

"O objetivo do evento foi promover um fórum de discussões sobre o papel da mulher no setor e estimular o empoderamento e a busca de informações da mulher que atua nessa área", disse Ana Cláudia, enfatizando que foram discutidos temas importantes do setor, para a mulher que atua no agronegócio.

Auditório no estande do Sebrae, no Encontro das Mulheres do Agronegócio Tocantinense (Foto: Divulgação)Foram discutidos no evento temas alusivos à participação da mulher no agronegócio como a liderança feminina; os desafios que a mulher como profissional enfrenta nessa área e também foram apresentados casos de mulheres de sucesso na área. Segundo Ana Cláudia, atualmente é grande o número de mulheres que atuam como gestoras do negócio e enfrentam diversas dificuldades, quer seja pela falta de informação, quer seja pela falta de apoio ou ainda pela discriminação de gênero no trabalho. "São mulheres que herdaram o negócio do pai ou do marido; são filhas de produtores rurais que fazem um curso na área de Ciências Agrárias (Zootecnia, Veterinária, Agronomia) para voltar ao negócio familiar mas nem sempre são apoiadas pela família e ainda aquelas mulheres já passaram por situações onde suas opiniões não foram levadas em consideração pelo fato de ser mulher", explanou Ana Cláudia.

A professora destaca ainda que há vários desafios a serem vencidos, e que este primeiro encontro foi o passo inicial para a intensificação das discussões dessas questões e também para mobilizar as mulheres na tentativa de organizar ações que possam estimular a atuação feminina no setor.

Palestrantes
O Encontro, que durou por todo o dia de sexta-feira, trouxe palestrantes de renome nacional. Na parte da manhã a produtora rural de Flórida Paulista e diretora da Sociedade Rural Brasileira, Teresa Cristina Vendramini, falou sobre a "Liderança Feminina no Agronegócio". Outra palestra versou sobre "A experiênica feminina na pecuária leiteira: um caso de sucesso", com Rita Luísa Marinho Grangeiro, da Fazenda Grangeiro, de Paracuru (Ceará).

Durante a tarde falaram Consolata Piastrella sobre "A mulher com profissional autônoma no agronegócio: desafios e possibilidades", sendo sucedida por um Talk show.

O Encontro foi realizado em parceria da Universidade Federal do Tocantins com o Sebrae e apoio do Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Zootecnia e da empresa Agroquima, além de produtoras e profissionais da região.

registrado em:
Fim do conteúdo da página