Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Chapa 1 vence a consulta eleitoral para Direção do Câmpus de Miracema
Início do conteúdo da página
NOVA GESTÃO

Chapa 1 vence a consulta eleitoral para Direção do Câmpus de Miracema

Por Samuel Lima | Publicado: Quinta, 23 de Fevereiro de 2017, 11h10 | Última atualização em Quinta, 23 de Fevereiro de 2017, 11h56

Com diferença de dois votos (194 a 192), a Chapa 1 - "Lutar quando é fácil ceder" - venceu a pesquisa eleitoral para Direção do Câmpus da UFT em Miracema, realizada na última quarta-feira com participação da comunidade universitária. A nova gestão ficará de 2017 até o ano de 2021, segundo informações da Comissão Eleitoral. Foram 386 votos válidos, dois em branco, dois nulos e 183 abstenções (pessoas que não votaram). A partir dos votos válidos, a Chapa 1 ficou com 51,56% do total, enquanto a Chapa 2 teve 48,43% dos votos.

Processo de apuração durou cerca de 50 minutos (Foto: Rodrigo Mamédio/Divulgação)Processo de apuração durou cerca de 50 minutos (Foto: Rodrigo Mamédio/Divulgação)

A consulta eleitoral teve início pela manhã e seguiu até às 21h, procedendo-se a apuração logo em seguida. A apuração de todas as urnas durou cerca de 50 minutos, sendo anunciada a chapa vencedora pela Comissão Eleitoral. Em até dois dias o relatório conclusivo do processo de consulta eleitoral será enviado ao Presidente do Conselho Diretor; a data de posse da nova gestão deverá ser definida pela Reitoria da UFT.

Serviço Social
Os professores Vanda e Andre Luiz comporão a nova gestão até 2021 (Foto: Rodrigo Mamédio/Divulgação)Os professores Vanda e Andre Luiz comporão a nova gestão até 2021 (Foto: Rodrigo Mamédio/Divulgação)A chapa 1 foi composta pelo professor André Luiz Augusto da Silva (Diretor) e a professora Vanda Micheli Burginski (vice-diretora). Silva é doutor em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco e Vanda tem doutorado em Política Social, pela Universidade de Brasília (UnB). ambos são docentes no curso de Serviço Social.

No plano de trabalho destacam que a função primordial da Universidade Pública e Estatal é a de "manter sua característica de Instituição Social que ultrapassa a formação técnica voltada para o mercado de trabalho e se comprometa com a formação acadêmica e profissional voltada para a cidadania, para a construção do pensamento crítico face á lógica societária do capital".

A defesa da universidade pública, gratuita, laica e de qualidade; a gestão democrática e participativa; e a busca da ampliação dos cursos de pós-graduação e da autonomia política do Câmpus estão entre os princípios norteadores da nova gestão.

registrado em:
marcador(es): Miracema,Home
Fim do conteúdo da página
-->