Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Histórico

O Serviço Social foi implementado no Brasil como curso de formação superior no final da década de 1930, com a criação da primeira escola de Serviço Social em 1936 em São Paulo. Na região Norte, as primeiras escolas de Serviço Social são criadas na década de 1950, a primeira no estado do Amazonas e a segunda no estado do Pará. Ambas são reconhecidas enquanto curso de nível superior apenas na década de 1960. Enquanto escolas públicas permaneceram apenas essas duas experiências até a criação do curso de Serviço Social no estado do Tocantins na UFT, em 2006. Portanto, trata-se atualmente de três escolas públicas na região norte que tem oferecido o curso de Serviço Social.  Em relação às escolas privadas na região norte, na década de 1980, houve um investimento maciço na formação dos assistentes sociais através de escolas privadas, iniciado no Estado do Pará pela UNAMA – Universidade do Amazonas, e seguido pelo Amapá através do IMMES – Instituto Macapaense de Ensino Superior. No estado de Tocantins, a formação do assistente social também tem sido orientada pela lógica da privatização do ensino superior. 

Inserido em um contexto de crescente privatização do ensino de graduação, pela proliferação da modalidade ensino à distância, o curso de Serviço Social da UFT vem contrapor essa lógica, comprometendo-se na defesa do ensino superior público e de qualidade, bem como, não considera na formação dos assistentes sociais apenas as particularidades de uma região do país, procurando apreender o cenário internacional, latino-americano, nacional e regional das necessidades humanas, que são fundamentais para construir alternativas de intervenção profissional comprometida com a construção de uma sociedade igualitária, que está contido no projeto ético-político profissional.      

Diante desse cenário, a implantação do curso de Serviço Social na UFT  vem reforçar a concepção de ensino superior de qualidade e público, atendendo a uma demanda de formação de assistentes sociais na Região Norte, bem como, também terá o compromisso com a capacitação constante de profissionais graduados que se encontram atuando profissionalmente em todo o estado do Tocantins.

Por tratar-se da terceira escola pública a implantar o curso de Serviço Social da região Norte, deve-se ressaltar que essa iniciativa é muito relevante, uma vez que esta região e o estado do Tocantins possuem uma carência de profissionais de Serviço Social. Portanto, a formação profissional também deverá levar em consideração a análise da conjuntura sócio- econômica e política internacional, nacional, regional e local, bem como considerar as estreitas relações do estado do Tocantins com as regiões Norte e Centro-oeste.

Fim do conteúdo da página
-->