Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > PPGMCS > Bolsas de Estudo > Não Categorizado > Gênero, Trabalho e Cidadania: (re) existências em campo de lutas
Início do conteúdo da página

Gênero, Trabalho e Cidadania: (re) existências em campo de lutas

Logomarca do Projeto

O projeto começou a partir de um intenso trabalho em conjunto com pesquisadoras e cientistas feministas da Universidade Federal do Tocantins. Os estudos e pesquisas desse grupo de mulheres deu origem ao Outras - Observatório Feminista. As Outras já tiveram proposta aprovada junto à Pró Reitoria de Extensão da UFT com o projeto Outras Formas de Enfrentamento da Violência contra as Mulheres. As ações estão voltadas à cursos, palestras e acolhimento de mulheres que sofreram violência doméstica ou de gênero. Como grupo de pesquisa, as Outras estão registradas no Diretório dos Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) sob  o título Outras - Observatório Transdisciplinar sobre Feminismo, Política e Métodos. Em cada campus da UFT, as professoras e pesquisadoras dos diversos cursos de graduação e pós graduação coordenam grupos, estudos, pesquisas e ações de acordo com as demandas de cada região. 

O GTC encontrou um espaço, tanto acadêmico como externo, carente de pesquisas voltadas para temas ligados à igualdade de gênero, trabalho e educação de mulheres em uma sociedade de classes, violência e patriarcado. Com base nestas temáticas abriu-se a pesquisa com foco em estudos de gênero. No primeiro ano (2019) quatro monografias foram defendidas nestas linhas de pesquisa.  

Ao formar um grupo de pesquisadoras, com professores e estudantes, tomou-se a real necessidade de um projeto capaz de contemplar os estudos que são realizados. O projeto está aberto para alunos e alunas dos cinco cursos de graduação do campus de Arraias e para professores de todas as áreas do conhecimento. As atividades teóricas devem estar voltadas para o estudo e discussão de textos sobre gênero, a teoria feminista, territórios e os diferentes mecanismos de disputa. Estudos sobre empoderamento, emancipação e autonomia, tem respaldo no campo terórico da filosofia e sociologia, em autores como Theodor W. Adorno, Paulo Freire e Emanuel Kant. A base teórica sobre o movimento e a teoria feminista se caracteriza nas análises de obras de bell hooks, Angela Davis, Simone de Beuavoir, Silvia Federici, Heleieth Saffioti, Djamila Ribeiro e Sueli Carneiro. As obras destas autoras serão fundamentais para a reflexão sobre poder, autonomia e emancipação, bem como a compreensão de como alguns conceitos e critérios de opressão surgiram. 

Sendo assim, a pesquisa se concentrará em investigar o papel das mulheres, arraianas e da região do nordeste goiano, na sociedade de classes, bem como a posição feminina frente à economia capitalista na produção do território lugar.

Disciplinas ligadas ao projeto:

  • Turismo e Questões de Gênero;;

  • Gestão das Cidades;

  • Educação Ambiental e patrimonial;

  • Cartografia Turística.

Acompanhe nossas redes sociais:

Instagram: @feminismoemlivros

Youtube - Feminismo em Livros

Site: feminsimoemlivros.com.br

 

Período de realização do projeto:

2019 - em andamento

 
 
 
registrado em:
Fim do conteúdo da página