Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Miracema

Programas de monitoria PIM e Pimi encerram inscrições nesta quinta-feira

Acadêmicos da Universidade Federal do Tocantins (UFT) que tenham interesse em participar do Programa Institucional de Monitoria (PIM) e Programa Institucional de Monitoria Indígena (Pimi) ainda podem se inscrever, até esta quinta-feira (9), para concorrerem a uma das 198 bolsas disponíveis. As inscrições são realizadas nas Coordenações dos Cursos nos câmpus de Palmas, Arraias, Araguaína, Miracema, Porto Nacional e Tocantinópolis, conforme editais disponíveis ao final do texto.

Do total, 147 bolsas são para o PIM e 51 para o Pimi. A seleção é para os semestres de 2016/2 e 2017/1, sendo o valor da bolsa mensal de R$ 400 reais e o período regular para o exercício da bolsa de monitoria é dentro do período letivo semestral; no máximo, quatro meses.

Os programas de monitorias contemplam atividades de caráter didático-pedagógico desenvolvidas pelos alunos e orientadas por professores, que contribuem para a formação acadêmica do estudante. Esses programas buscam auxiliar os alunos com o objetivo de diminuir, ao máximo, o índice de reprovação e evasão de estudantes.

Mais informações nos links dos editais abaixo, ou no telefone (63) 3232-8162 ou email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
 
-Edital nº 08/2017 - Prograd - Seleção PIM 2016.2 (Cursos que aderiram à greve).
-Edital nº 09/2017 - Prograd - Seleção PIM 2017.1 - Educação do Campo (Tocantinópolis), Psicologia (Miracema) e Letras-Libras (Porto Nacional).
-Edital nº 10/2017 - Prograd - Seleção Pimi 2016.2 (Cursos que aderiram à greve).
-Edital nº 11/2017 - Prograd - Seleção Pimi 2017.1 - Psicologia (Miracema) e Educação do Campo (Tocantinópolis).
-Edital nº 14/2017 - Prograd - Retificação dos Editais n.ºs 08, 09, 10 e 11/2017.

Projeto ‘Redação 1000’ propicia oficinas aos alunos do ensino médio para o Enem

Com o objetivo de propiciar aos alunos do Ensino Médio oficinas preparatórias para a prova de Redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Câmpus de Miracema da Universidade Federal do Tocantins (UFT) realiza o Projeto “Redação 1000”. Nesta sexta-feira (14), a oficina ocorreu em uma escola de ensino médio na cidade de Tocantínia-TO.

De acordo com o coordenador do projeto, professor Kelber Abrão, as oficinas acontecem de forma randômica nas cidades em torno do Câmpus de Miracema da UFT, como Miranorte, Lajeado e Rio dos Bois. No entanto, o objetivo para 2017 é abarcar outras cidades e outros câmpus.

Oficina do Projeto ‘Redação 1000’ em Tocantínia-TO. Foto_DivulgaçãoOficina do Projeto ‘Redação 1000’ em Tocantínia-TO. Foto_Divulgação

“Muitos alunos, infelizmente, acabam não cursando a graduação por não obter a pontuação mínima na redação do Enem e, por vezes, alguns cursos acabam por ter vagas ociosas relata o professor”, explica Kelber.

A ideia do Redação 1000 surge a partir de um outro projeto do referido professor - Letramento Acadêmico, no qual os discentes ingressantes no Câmpus de Miracema têm suporte de Língua Portuguesa apoiados pelo Programa de Apoio ao Discente Ingressante (Padi) e pelo Colegiado do Curso de Educação Física em Miracema, o qual o professor faz parte.

Uma das bolsistas do Projeto, a acadêmica do curso de Pedagogia, Silvania Corsino, menciona a importância de iniciativas deste tipo, pois permitem a democratização ao ensino público e de qualidade.  

Fim do conteúdo da página