Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Gurupi

Gurupi: Mestrado em Química divulga edital de seleção

Já encontra-se publicado no site da Universidade Federal do Tocantins (UFT), o edital de seleção para aluno regular no curso de Mestrado Acadêmico em Química no Câmpus de Gurupi para o semestre de 2017/1. As inscrições para o certame ocorrem no período de 6 a 8 de março, porém os interessados já podem acessar o documento com todas as informações necessárias para participação no processo.

O Programa de Mestrado em Química (PPGQ) tem como áreas de concentração: Química Analítica /Ambiental e Química Orgânica. As linhas de pesquisa do Mestrado compreendem: Controle e Remediação Ambiental; Educação em Ciência e Ambiental; e Química de Produtos Naturais. São oferecidas 10 vagas a serem distribuídas entre os candidatos do processo seletivo regular, conforme a demanda, entre os docentes permanentes do Programa.

É importante destacar que o Mestrado em Química da UFT é o primeiro da área no Estado do Tocantins e tem como objetivo oferecer uma formação que possibilitará ao egresso contribuir com pesquisas consistentes voltadas ao desenvolvimento tecnológico, valorização da sociedade, exploração da biodiversidade, controle da poluição e caracterização dos recursos hídricos e minerais inseridos no contexto da região norte do Brasil.

De acordo com o professor Lucas Samuel dos Santos, coordenador do curso de Química Ambiental, o Mestrado contribui para o fortalecimento do curso de graduação em Química Ambiental do Câmpus de Gurupi. "Trata-se de uma vitória que só foi alcançada devido ao esforço conjunto dos professores do nosso curso", comemora.

Incubadora de Empresas de Biotecnologia da UFT lança edital nesta terça (18)

A Incubadora de Empresas de Biotecnologia (Habite) da Universidade Federal do Tocantins (UFT) realiza nesta terça-feira (18), às 9h, no Anfiteatro do Câmpus de Gurupi, durante a programação da II Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi, a cerimônia de lançamento do edital de incubação de empresas de base biotecnológica.

De acordo com a gestora da Incubadora, Claudia Cristina Auler, o objeto do edital é a seleção de projetos inovadores de base biotecnológica aptos a ingressarem no Programa de Incubação oferecido pela Habite.

A gestora explica que para ter acesso ao Programa de Incubação da Habite, o interessado deve configurar-se como Empresa de Biotecnologia, nas áreas de interesse da Incubadora, prioritariamente sendo: Agronegócio; Biotecnologia; Gestão Ambiental e Tecnologia da Informação.

Como empreendedores poderão se inscrever: alunos de graduação, pós-graduação e egressos da UFT; além de acadêmicos de graduação e de pós-graduação de outras instituições de ensino superior públicas e/ou privadas; servidores públicos, na forma da lei; docentes e pesquisadores da UFT e de outras instituições de ensino superior públicas e/ou privadas; empreendedores da iniciativa privada, desde que estejam associados com algum membro da comunidade universitária, através de instrumentos de parceria público-privada.

“Esperamos com o lançamento do edital de incubação atrair empreendedores e estimular o desenvolvimento de negócios inovadores, contribuindo, desta forma, para o desenvolvimento socioeconômico de Gurupi e região. A Habite oferecerá suporte técnico e gerencial às incubadas", destaca Claúdia.

Programa de Incubação da Habite/UFT

Os objetivos do Programa é auxiliar no desenvolvimento e na consolidação de empreendimentos oriundos de projetos de pesquisa e extensão desenvolvidos no âmbito acadêmico, bem como na comunidade em geral; Levar as empresas a atingirem um grau de amadurecimento que viabilize sua sustentabilidade e crescimento fora do ambiente da Incubadora; Dar suporte às empresas vinculadas ao Programa de Incubação, com o intuito de capacitá-las para que atinjam o sucesso; Promover o estabelecimento de parcerias e redes de relacionamento que agreguem valor competitivo ao negócio; Promover o acesso às agências de fomento, de forma a facilitar a obtenção de recursos para investir no negócio; Estimular as empresas a desenvolverem tecnologias inovadoras; Consolidar a imagem das empresas incubadas no mercado, por meio do vínculo à Habite e Promover o desenvolvimento econômico e social do Estado do Tocantins, especialmente para a região de Gurupi.



Fim do conteúdo da página