Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Curso de Agronomia da UFT é o melhor da região Norte
Início do conteúdo da página
estude na uft

Curso de Agronomia da UFT é o melhor da região Norte

Escrito por Daniel dos Santos | Publicado: Domingo, 28 Marzo 2021 17:46 | Última actualización: Lunes, 29 Marzo 2021 11:12

Em 2019, a soma de bens e serviços gerados no ramo agrícola chegou a 14,5% do PIB brasileiro, o que corresponde a cerca de R$ 1 trilhão. Portanto, a formação em Agronomia é promissora para qualquer profissional. Somado a isso, o curso de Agronomia ofertado pela UFT é o melhor de toda a região Norte, conceituado com nota 4 no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

O curso de Agronomia, que fica no Câmpus de Gurupi, tem para o semestre 2021/1, um total de 40 vagas, divididas em dois processos distintos - o Processo Seletivo Complementar (20 vagas) e o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com outras 20 vagas; mais detalhes sobre os processos e formas de ingresso podem ser conferidos ao final do texto.

Os profissionais formados pela UFT são capazes de identificar e resolver problemas, propor soluções e inovações a partir das necessidades e do contexto atual, nos níveis local, regional e nacional, considerando os aspectos políticos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade. Além disso, têm habilidades para a resolução de problemas tecnológicos, socioeconômicos, gerenciais e organizativos, utilizando racionalmente os recursos naturais e contribuindo com o equilíbrio do ambiente.

O curso abrange diversas áreas e muitos professores do curso concentram suas pesquisas nas áreas de Fitotecnia (Grandes Culturas, Olericultura, Forragicultura, Fruticultura), Manejo do Solo e Água, Melhoramento Genético Vegetal e Fitossanidade (Entomologia, Fitopatologia e Plantas Daninhas).

O curso conta com 27 professores, todos com doutorado em suas respectivas áreas de atuação no curso.

Além de uma formação ampla e diversificada aluno formado em Agronomia na UFT tem como diferencial a sua excelente formação em cultivos agrícolas em condições de cerrado de baixa altitude, tendo vasto conhecimento do ambiente de cultivo na região conhecida como Matopiba, região formada pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, região essa que considerada a principal fronteira agrícola do Brasil, e polo de expansão agrícola baseados na adoção de tecnologias agropecuárias de alta produtividade.

Com uma formação de visão generalista, com sólido embasamento nas áreas fundamentais do conhecimento científico e tecnológico relacionados às ciências agrárias e ao ambiente, assim como uma formação humanística, que lhe permita a compreensão, análise e gerenciamento dos processos de transformação da agricultura, do meio rural e da sociedade como um todo, visando o desenvolvimento geral sustentável.

Relacionado a esses elementos, a formação do profissional permite que desenvolva habilidades de comunicação técnica e científica, a partir da constante atualização das informações disponibilizadas e elevado senso analítico e crítico, adequando suas ações aos contextos próprios das condições de trabalho.

Perfil do Agrônomo pela UFT

O curso de Agronomia busca formar profissionais com o seguinte perfil:
I - Sólida formação científica e profissional geral que possibilite absorver e desenvolver tecnologia;
II - Capacidade crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade;
III - Compreensão e tradução das necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação aos problemas tecnológicos, socioeconômicos, gerenciais e organizativos, bem como utilização racional dos recursos disponíveis, além da conservação do equilíbrio do ambiente;
IV - Capacidade de adaptação, de modo flexível, crítico e criativo, às novas situações.

Além de desenvolver essas competências e habilidades, o curso busca consolidar espaços em que haja a coexistência nas relações entre teoria e prática, buscando fortalecer um conjunto de elementos que sejam essenciais para a formação de conhecimentos e habilidades diversificadas, necessários à prática desses profissionais, de modo que ele seja capaz de lidar com situações diversas a partir de uma perspectiva flexível, crítica e criativa.

O curso busca consolidar um perfil profissional de base diversificada que permita aos profissionais adquirirem competências e habilidades para:
a) projetar, coordenar, analisar, fiscalizar, assessorar, supervisionar e especificar técnica e economicamente projetos agroindustriais e do agronegócio, aplicando padrões, medidas e controle de qualidade;
b) realizar vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos, laudos e pareceres técnicos, com condutas, atitudes e responsabilidade técnica e social, respeitando a fauna e a flora e promovendo a conservação e/ou recuperação da qualidade do solo, do ar e da água, com uso de tecnologias integradas e sustentáveis do ambiente;
c) atuar na organização e gerenciamento empresarial e comunitário interagindo e influenciando nos processos decisórios de agentes e instituições, na gestão de políticas setoriais;
d) produzir, conservar e comercializar alimentos, fibras e outros produtos agropecuários;
e) participar e atuar em todos os segmentos das cadeias produtivas do agronegócio;
f) exercer atividades de docência, pesquisa e extensão no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão;
g) enfrentar os desafios das rápidas transformações da sociedade, do mundo, do trabalho, adaptando-se às situações novas e emergentes.


Sisu e PSC 2021/1 

O ingresso no curso pode ocorrer por duas formas para este semestre 2021/1: Pelo Processo Seletivo Complementar (PSC) e pelo SIstema de Seleção Unificada (Sisu). Veja abaixo como proceder em cada um dos processos:

No Processo Seletivo Complementar (PSC) 2021/1 o curso oferta vagas, divididas nas modalidades de Ampla Concorrência, Ações Afirmativas UFT (Indígenas e Quilombolas) e Sistema de Cotas para Escolas Públicas. As inscrições ocorrem de 29 de março a 5 de abril de 2021. É possível conferir detalhes da seleção no Edital de nº 192/2021; o interessado pode utilizar, por exemplo, nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017, 2018, 2019 ou 2020. Confira mais detalhes sobre o Processo Seletivo Complementar (PSC 2021/1), com 948 vagas para graduação, aqui.

No Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que terá inscrições abertas de 06 a 09 de abril, estão ofertadas vagas para o curso. Estas vagas estão divididas nas modalidades de Ampla Concorrência, Ações Afirmativas UFT (Indígenas e Quilombolas) e Sistema de Cotas para Escolas Públicas. A seleção é feita exclusivamente com base nos resultados obtidos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), referente ao ano de 2020. A inscrição deve ser feita no período de 06 de abril de 2021 até às 23h59 do   dia   09 de  abril  de   2021, observado   o   horário   oficial   de   Brasília (DF), exclusivamente    pela    Internet,    por    meio    do    Portal    do    Sisu,    no    endereço http://sisu.mec.gov.br. Todos os detalhes do Edital você confere na íntegra do documento (acesse aqui). Você confere mais detalhes sobre o ingresso via Sisu, que na UFT tem 947 vagas ofertadas para o semestre 2021/1, aqui.

registrado em:
marcador(es): Gurupi,Sisu,Home,PSC,Agronomia
Fim do conteúdo da página