Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Visitas a pacientes e consultas ambulatoriais estão temporariamente suspensas no HDT-UFT
Início do conteúdo da página
COMUNICADO

Visitas a pacientes e consultas ambulatoriais estão temporariamente suspensas no HDT-UFT

Escrito por Daianni Parreira | Publicado: Lunes, 23 Marzo 2020 17:03 | Última actualización: Lunes, 23 Marzo 2020 17:03

Acompanhe as atualizações sobre as medidas de prevenção e controle do COVID-19 no hospital

O Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), instituição filiada à Rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) informa que a partir desta sexta-feira (20), ficam temporariamente suspensas as visitas a pacientes, e consultas do ambulatório. A ação é uma medida de controle da pandemia do coronavírus, e tem o intuito de minimizar possíveis riscos de contágio da doença.

Com relação aos acompanhantes, permanece permitido apenas os casos previstos em lei, tais como: crianças e adolescentes, idosos, indígenas, pessoas portadoras de necessidades especiais e com mobilidade reduzida. Poderá haver rodízio de duas pessoas a cada 24 horas.

Time de Resposta Rápida

O Time de Resposta Rápida TRR do HDT-UFT está capacitando todos os profissionais com relação ao Plano de Contingência para o atendimento de casos do novo coronavírus/COVID19. O treinamento abrange ainda temas específicos como conceito, transmissão e prevenção, além de demonstração da utilização do uso de Equipamentos de proteção Individual (EPI).

O TRR também busca viabilizar equipe assistencial para atendimento exclusivo ao caso suspeito ou confirmado, de modo a promover uma assistência segura aos demais pacientes e profissionais envolvidos na assistência; utiliza os protocolos assistenciais como ferramenta de melhoria da qualidade assistencial; planeja as ações que devem ser seguidas por todos os profissionais de saúde do serviço a fim de evitar transmissibilidade; entre outras atribuições.

Atuação da Rede Ebserh

Desde os primeiros anúncios sobre o COVID-19, a Rede Ebserh tem trabalhado em parceria direta com o Ministério da Saúde, com participação do Centro de Operações de Emergência (COE) do órgão e tendo como diretrizes monitorar a situação no país e em suas unidades, realizar treinamento de funcionários da Rede, promover webaulas, definir fluxos, montar câmaras técnicas de discussões com especialistas e atuar como hospitais referência em algumas regiões.

registrado em:
Fim do conteúdo da página
-->