Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Reitoria
Início do conteúdo da página

Reitoria

Comissão da Agenda 2030 da UFT se reúne com representantes do Município de Palmas

No último dia 23 de novembro, representantes da Comissão da AGENDA 2030 da Universidade Federal do Tocantins (UFT) estiveram reunidos com o Comitê de Governança da  elaboração do Plano Plurianual (PPA) da Prefeitura Municipal de Palmas. Na ocasião, eles falaram sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), visto que o município está organizando o PL que será aprovado no dia 30 deste mês.

Maria Santana, presidente da Comissão, explicou que a Comissão – recentemente criada – além do trabalho interno envolvendo a Agenda 2030 para o desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, tem dialogado com outros setores da sociedade para contribuir  com as demandas existentes na área, por meio de suporte com ações direcionadas.

“Apresentamos o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e como ele está estruturado quanto ao ODS. Abordamos ainda sobre o papel do município na elaboração do PPA e de outras politicas públicas com relação à abordagem dos ODS, seu monitoramento e a avaliação de impactos gerados. Colocamos a UFT aberta, através das nossas boas práticas para juntos e juntas participar da construção do PPA e de outras políticas de inclusão social, desenvolvimento social e econômico”, afirmou Maria Santana.

Os representantes da Prefeitura de Palmas expuseram suas demandas e diálogos gerados até o momento para  construção do documento e em seguida apresentaram à equipe de planejamento, que mostrou na prática, como o documento estava sendo escrito. “Dialogamos e refletimos sobre e principalmente o ODS 17, no qual, a Universidade e os outros segmentos da sociedade estabelecem parcerias fortes para acompanhar, monitorar e criar ações para o desenvolvimento sustentável da Nação”, contou a presidente da Comissão. 

Toda essa discussão foi possível, pois o município aderiu em 2021 ao Programa Cidades Sustentáveis, onde  aborda 12 eixos e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU). “Reafirmamos o compromisso com a equipe de governança e também do Planejamento de que a UFT está aberta para estabelecer uma conexão com a Prefeitura através dos projetos de ensino, pesquisa, extensão e inovação”, destacou Maria Santana. Ela também explicou que o trabalho desenvolvido faz parte do projeto integrador UFT sem Muros, que articula o reconhecimento social.

A Agenda 2030

Desde 2018, a UFT vem se envolvendo com ações e práticas sustentáveis e, recentemente, considerando o seu engajamento na Agenda 2030 para o desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, por meio do Projeto de Desenvolvimento Institucional, constituiu a Comissão da Agenda 2030 na UFT.

A ação tem permitido a produção de conhecimentos e o desenvolvimento de tecnologias que contribuam com a implementação dessa Agenda na comunidade acadêmica, nos seus câmpus e no Estado do Tocantins.

A Comissão tem como objetivos conhecer e identificar o que já está sendo feito na universidade, monitorar, avaliar e comunicar suas ações com respeito aos ODS, considerando o PDI da UFT e a participação na Revista Britânica Times Higher Education.

Saiba mais sobre a Agenda 2030 clicando aqui

Comissão promove live nessa sexta (17) para apresentar reitor pro tempore da UFNT

Com o objetivo de apresentar à comunidade acadêmica o reitor pro tempore, as ações já executadas pela Comissão Central de Transição e demais etapas para implantação da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT), será realizada nesta sexta-feira (17), das 18h às 19h, uma transmissão ao vivo (live) com o reitor pro tempore da UFNT, professor Airton Sieben e com a presidente da Comissão Central de Transição e vice-reitora da Universidade Federal do Tocantins (UFT), professora Ana Lúcia de Medeiros. A transmissão será por meio da conta do Facebook da UFNT.
Devido às restrições de aglomeração por causa da pandemia de Covid-19, a apresentação do reitor será online, seguida de uma roda de conversa sobre a implantação da UFNT. Para o reitor pro tempore, é importante nesse momento fazer a apresentação do seu currículo para a comunidade acadêmica, bem como para a sociedade como um todo, para que as pessoas possam participar desse processo de construção da mais nova universidade do Tocantins. “Além de fazer uma apresentação, também nivelar as discussões sobre o que foi feito, o que está sendo feito e o que nós queremos fazer. A ideia é construirmos juntos esse sonho que começou há cinco anos e agora se tornou realidade. A próxima fase será a implantação definitiva da UFNT”, explicou Airton Sieben.


Reuniões Expandidas
Na próxima semana, também serão realizadas reuniões expandidas com toda a comunidade acadêmica do Câmpus de Araguaína e Tocantinópolis. As reuniões serão online e voltadas para os técnicos-administrativos, docentes e alunos. “Nosso intuito é de mobilizar e conclamar os três seguimentos para a construção dessa implantação da UFNT, pois a universidade precisa criar a sua identidade, que já começou, mas a criação do processo de identidade de uma universidade é contínuo; então nós convidamos a construírem esse processo conosco, para concretizar a implantação da UFNT”, ressaltou.
As reuniões serão às 16h e estão divididas por segmento dentro da comunidade acadêmica, iniciando na próxima segunda-feira (20) com os técnicos administrativos, na terça-feira (21) com os docentes e na quarta-feira (22) com os alunos.

Confira abaixo as datas, links e chave de acesso para as reuniões.

 

 

Como a UFT influenciou a vida de seus egressos?

Confira a história de ex-alunos que contam como a universidade foi fundamental para que eles chegassem onde estão

Fim do conteúdo da página