Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Agronomia > Regulamentação > Ensino > Cursos de Graduação > Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia - Gurupi
Início do conteúdo da página

Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia - Gurupi

Dados Gerais sobre o Curso
Local: Câmpus de Gurupi
Formação: Bacharelado
Criação: Resolução Consuni nº 14 de 09/10/2007.
Autorização: Portaria MEC nº 49, de 28/05/2012 – DOU de 01/06/2012, S. 1, p. 32 e 33.
Reconhecimento: em processo de Reconhecimento junto ao MEC.
Objetivos do Curso

Formar profissionais capazes de planejar, desenvolver e gerir processos biotecnológicos, como perspectiva para o desenvolvimento de processos no aproveitamento dos recursos naturais, com vistas à geração de produtos e serviços nas áreas de agropecuária, floresta, farmacêutica e meio ambiente.

Perfil e campo de atuação do profissional

Os profissionais a serem formados a partir desta proposta possuem uma formação que permite o desenvolvimento de processos que auxiliam as atividades produtivas no aproveitamento dos recursos naturais, com vistas à geração de produtos e serviços para as indústrias de alimentos, de fermentações, meio ambiente, agricultura, agropecuária, florestal, entre outras. Estes profissionais estarão aptos a atender instituições privadas ou governamentais na sua atividade produtiva ou instituições de pesquisa no desenvolvimento e pesquisa de novos produtos, técnicas ou procedimentos e/ou a atender como autônomos às necessidades individuais, grupos e organizações, por meio da exploração de seus conhecimentos específicos. Os profissionais formados neste novo curso estarão habilitados a operar e projetar plantas industriais, atuar na pesquisa e no desenvolvimento de novos produtos e processos, e ainda na área de assistência técnica e vendas, controle de qualidade, nas diferentes áreas da biotecnologia.

O perfil profissional construído ao longo do curso habilita o engenheiro biotecnológico a exercer suas funções tanto como consultor externo quanto membro efetivo de organizações, em indústrias de biotecnologia e atividades correlatas, que envolvam os princípios das ciências biológicas, físicas e químicas, onde executará trabalhos referentes a processos, produção e equipamentos, nos quais células vivas ou produtos do seu metabolismo, células estas, modificadas geneticamente ou não, funcionam como parte integrante do processo. Assim as áreas de atuação do engenheiro Biotecnológico são múltiplas e variadas: na indústria de alimentos e bebidas, especialmente onde os produtos são obtidos por via fermentativa; na indústria farmacêutica e de vacinas; na produção de insumos e produtos biotecnológicos para a agricultura, pecuária e produção florestal; em meio ambiente, no tratamento biológico de resíduos industriais e no controle dos níveis de poluição do ar, água e solo; na área médica, no desenvolvimento de produtos e equipamentos.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página