Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Agronomia > Marcadores
Início do conteúdo da página

ProfMat

Mudanças promovidas na vida de professores pelo ProEB é destaque em programa da Capes

O Programa de Mestrado Profissional para Qualificação de Professores da Rede Pública de Educação Básica (ProEB), na Universidade Federal de Tocantins (UFT), Câmpus de Araguaína foi um dos destaques da Capes TV. O episódio mostrou a história de pessoas como o senhor José Humberto Barbosa, professor de História formado há 18 anos, que desejava continuar seus estudos, mas onde ele mora, não havia cursos de pós-graduação na sua área.

Com a chegada do ProEB na UFT, em Araguaína, a realidade do professor mudou. Em 2016, José Humberto concluiu sua pós-graduação e aprofundou seus conhecimentos. “O mestrado me abriu todo um leque de conhecimentos, principalmente no que se refere à teoria. Melhorou muito minha prática, porque se entra em contato com outros temas, outras leituras”, explica Humberto, que passou a utilizar textos literários, historiográficos, jornalísticos, além de documentários, em suas aulas em uma escola pública de Araguaína.

 

O ProEB

O programa oferece formação continuada stricto sensu a professores em exercício, em parceria com as instituições de ensino superior e sistemas de educação estaduais e municipais. Para isso, a CAPES concede bolsas aos estudantes e fomento aos cursos nas modalidades semipresencial, no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Dos sete mil alunos que fazem os cursos, 2,1 mil são bolsistas.

A coordenadora do Mestrado Profissional de História da UFT em Araguaína, Vera Lúcia Caixeta, explica que antes, para fazer a pós-graduação nesta área, era preciso viajar cerca de mil quilômetros. “O curso possibilitou que vários professores retornassem à universidade”, comemora.

Mudanças

Para acompanhar de perto a execução do ProEB, técnicos da CAPES têm percorrido várias cidades do país. O objetivo deste monitoramento é verificar como os professores da educação básica estão aplicando em sala de aula a dissertação que desenvolveram no mestrado profissional.

Na avaliação de professoras que fizeram o mestrado, mudanças já podem ser percebidas na rotina do trabalho. “ Usei um livro do Monteiro Lobato para dar aula sobre o período da República Velha. Os alunos puderam avaliar, identificar o autor como um sujeito”, conta Lucialine Duarte, que leciona História em Araguaína.

Este ano já foram feitas seis visitas de monitoramento às diversas áreas do mestrado profissional. A última, da área de História, ocorreu na unidade de Araguaína da UFT, no dia 30 de outubro. Além de reuniões com coordenadores de cursos e estudantes do mestrado profissional, os técnicos da CAPES visitaram escolas públicas da cidade.

“Com o monitoramento foi possível identificarmos as melhorias no programa em relação à formação dos professores aqui da região na área de História”, comenta Luiz Lira, coordenação Geral de Programas e Cursos de Ensino a Distância da CAPES. “Os produtos educacionais gerados no programa estão de fato provocando a melhoria no ensino em sala de aula”, constata ela. 

 

Programa de Mestrado Profissional em Matemática (ProfMat Arraias)

Universidade Federal do Tocantins (UFT), Câmpus Buritizinho Av. Juraíldes de Sena Abreu, Setor Buritizinho

Programa de Mestrado Profissional em Matemática (ProfMat Palmas)

Universidade Federal do Tocantins (UFT), Câmpus de Palmas Avenida NS 15, Quadra 109 Norte, Plano Diretor Norte
Fim do conteúdo da página