Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Marcador: 2014

Química Forense 2014 1.pdf

Criado por denispassos

Marcador(es):

  • 30/03/2021
  • 16:49:14

RELATÓRIO BIBLIOTECA 2014.pdf

Criado por miriamalmeida

Marcador(es): , ,

  • 12/03/2021
  • 13:51:40

Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação do Campo, Câmpus de Tocantinópolis - Resolução Consepe nº 09-2016

Criado por hemerson_ferreira

  • 23/02/2021
  • 14:58:19

Dispõe sobre a aprovação ad referendum da alteração e unificação das Resoluções Consuni nºs 12/2013 e 05/2014, que tratam da criação e implantação dos Institutos de Pesquisa e Extensão no âmbito da Universidade Federal do Tocantins, bem como a aprovação de suas Diretrizes e do Regimento Geral.

Criado por carvalho

Marcador(es): , , , , , , , , ,

  • 20/01/2021
  • 18:52:45

Egressos - Turma 2 - 2014_2015 - PPGPJDH

Criado por eugeniapaula

Marcador(es): , , ,

  • 13/11/2020
  • 15:33:30

Egressos - Turma 1 - 2013_2014 - PPGPJDH

Criado por eugeniapaula

Marcador(es): , , ,

  • 13/11/2020
  • 15:32:10

10-2010- PPC Serviço Social - (Alterado pela Resolução Consepe n.º 07-14)

Criado por alison.rodrigues

  • 13/10/2020
  • 12:04:39

23-2014 - Núcleo - OPAJE, Câmpus de Palmas.pdf

Criado por gilsonporto

Marcador(es): , ,

  • 29/09/2020
  • 09:17:01
  • 24/08/2020
  • 16:42:56

Utilização de imagens multispectrais na avaliação das ocorrências de queimadas e incêndios florestais na Terra Indígena Krahôlandia (2003-2014). As ações humanas alteram as ocorrências naturais dos incêndios e queimadas. Os povos indígenas, quando da ocupação do Cerrado, provavelmente usavam o fogo para manipular a paisagem e os seus recursos em várias épocas do ano. Este trabalho teve por objetivo analisar e mapear a distribuição espacial de áreas queimadas na Terra Indígena Krahôlandia, no período de 2003 a 2014, utilizando ferramentas de sensoriamento remoto e SIG. Nos 12 anos avaliados, a área queimada total foi de 1.516.872,51 ha, que representa 4,94 vezes a área total da TI Krahôlandia (306.871,02 ha). A média anual de área queimada foi de 126.406,04 ha (41,19%) com o ano da maior área queimada com 185,297 ha (60,4%) e o ano da área menor com 71,764 ha (23,4%). Houve 29.764 ha (9,7%) que nunca tinham sido queimadas durante os 12 anos, e 1.693 ha (0,6%) que tinham sido queimados todos os doze anos. Alé

Criado por giongo

Marcador(es): ,

  • 13/07/2020
  • 16:03:37

A gestão dos recursos naturais requer a estimativa de uma série de parâmetros para o apoio da identificação de alternativas mais adequadas para a gestão e manejo das áreas florestais. Em particular, os ecossistemas florestais exigem um complexo e crescente conjunto de informações, e os inventários florestais fornecem informações preciosas, entretanto, espacialmente, de forma não contínua. Muitos trabalhos científicos vêm direcionando esforços para o desenvolvimento de metodologias que relacionam os dados da terra com informações de imagens multiespectrais. A modelagem dessas relações pode estender as estimativas dos dados de inventário florestal em áreas não amostradas. Neste trabalho, foi avaliado o desempenho de uma análise não paramétrica, com a utilização do algoritmo K-Nearest Neighbor em imagens SPOT5. Foram avaliados os resultados obtidos na espacialização de atributos florestais em uma área em Molise, na Itália. Entre as diversas metodologias para os cálculos das distâncias espaciais, o uso do método

Criado por giongo

Marcador(es): , ,

  • 13/07/2020
  • 15:45:27

Por sua alta produtividade agrícola, o Brasil é destaque no cenário internacional. Nos últimos anos a área plantada teve grande crescimento, o que determina diretamente a quantidade de resíduos agroindustriais gerados. Paralelamente à alta produtividade, a matriz energética brasileira não possui indicativos quanto à viabilidade de atividades relacionadas ao reaproveitamento desses resíduos. A conversão de biomassa de celulose por microrganismos é uma alternativa sustentável e potencial, não somente na produção de açúcar, mas também na produção de produtos com alto valor agregado. Fungos filamentosos, com morfologia característica do gênero Trichoderma spp., isolados no cerrado tocantinense, foram inoculados em resíduos de sabugo de milho, palha de arroz e serragem de eucalipto para a quantificação de açúcares redutores.

Criado por giongo

Marcador(es):

  • 13/07/2020
  • 15:45:25

Objetivou-se neste estudo comparar dois procedimentos de amostragem (o casual simples e o sistemático), avaliando a sua eficiência para o inventário das árvores do centro urbano de Gurupi-TO. Os dados foram coletados através do levantamento quantitativo total (censo) da arborização em 294 quadras com dimensões de 100 m x 100 m cada. Todas as árvores encontradas nas ruas e avenidas dentro de cada quadra com diâmetro a altura do peito (DAP) igual ou maior que 5 cm foram medidas. Para estimar o parâmetro populacional das árvores utilizou-se a variável “número de árvores por quadra”. Do total das quadras ou unidades amostrais que compunham a área de estudo, foi obtida uma intensidade amostral de quase 13% (38 quadras) para constituir a amostra dos procedimentos, tanto para o casual simples como para o sistemático. Os resultados da análise estatística mostram um erro de amostragem de 21,72% e 15,65% para os procedimentos casual simples e sistemático, respectivamente.

Criado por giongo

Marcador(es): , , ,

  • 13/07/2020
  • 15:45:23

O objetivo deste trabalho foi determinar os valores de erosividade e gerar os mapas da distribuição espaço‑temporal das chuvas no Estado do Tocantins. Analisaram-se séries históricas pluviométricas de 97 postos pluviométricos, compreendendo o período de 1985 a 2009. A erosividade foi estimada por meio de equações nas quais a variável independente foi a precipitação média mensal ou o coeficiente de chuva de Fournier (Rc). A geoestatística foi aplicada para o mapeamento da erosividade tanto na escala mensal quanto na anual. A erosividade anual apresentou valores entre 6.599 e 14.000 MJ mm ha‑1 h‑1, com auge em dezembro, quando atingiu valores de até 2.800 MJ mm ha‑1 h‑1 por mês. De maio a setembro, a erosividade apresentou valores inferiores ao crítico, tido como 500 MJ mm ha‑1 h‑1 por mês. Foram identificadas três regiões prioritárias para ações de planejamento visando a conservação do solo e da água: região centro‑oeste do Estado, nas imediações do Parque Estadual do Cantão, com maior erosividade anual; regiã

Criado por giongo

Marcador(es):

  • 13/07/2020
  • 15:45:20

Avaliação de cobertura vegetal no jalapão será feita com imagens de satélite Data: 28/03/2014 Veículo de comunicação: Conexão Tocantins https://conexaoto.com.br/2014/03/28/avaliacao-da-cobertura-vegetal-no-jalapao-sera-feita-com-imagens-de-satelite

Criado por giongo

Marcador(es): , , , ,

  • 02/07/2020
  • 14:44:49
Fim do conteúdo da página