Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Cursos em Rede têm destaque na Avaliação Quadrienal 2017 da Capes
Início do conteúdo da página
Avaliação

Cursos em Rede têm destaque na Avaliação Quadrienal 2017 da Capes

Por Poliana Macedo | Publicado: Terça, 10 de Outubro de 2017, 09h53 | Última atualização em Segunda, 16 de Outubro de 2017, 14h34

 

Os programas de pós-graduação em rede nacional ofertados pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) também foram avaliados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) durante a Avaliação Quadrienal 2017 divulgada no final do mês de setembro.

Com resultados considerados excelentes, foram avaliados pelo último quadriênio, os programas de Mestrado Profissional em Matemática (ProfMat) que obteve nota 5 e os programas de Mestrado Profissional em Ensino de Física (Mpef), Mestrado Profissional em Ensino de História (ProfHistória), Mestrado Profissional em Letras (ProfLetras) e o Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede Bionorte que obtiveram nota 4 (veja quadro ao lado). 

ProfMat tem polos em Arraias e Palmas (Imagens: Acervo/Dicom)O Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (ProfMat), coordenado pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), possui dois polos na Universidade Federal do Tocantins, Palmas e Arraias. Para o coordenador do polo Palmas, Andrés Barraza, “o conjunto de todas as ações desenvolvidas pelos docentes e discentes contribuiu para que o ProfMat se mantivesse com a nota máxima, principalmente pelo desempenho das últimas turmas, o quê contribuiu para a nota alcançada”. Ainda segundo Barraza, todos os alunos passam por provas práticas aplicadas pela SBM para a qualificação e posterior defesa da dissertação.  

Para o pró-reitor de pesquisa e pós-graduação, Raphael Sanzio, os programas de pós-graduação em rede, tanto acadêmicos como profissionais, são de extrema importância para a Universidade, pois cobrem áreas deficitárias na região Norte, uma vez que vieram para fortalecer os programas de toda a região, pois com essas ofertas ampliamos o número de titulações no Tocantins.

Atualmente, a UFT possui em Rede seis programas de Mestrado e um de Doutorado, dos quais já foram titulados 27 alunos, contam com 81 professores e 156 acadêmicos ainda cursando. “Esse número ainda é pequeno se compararmos ao grande potencial das Redes, pois elas são recentes, e nos próximos dois a quatro anos, teremos mais 156 mestres e doutores só aqui no Tocantins. Isso gera uma verdadeira revolução na formação de recursos humanos em nosso Estado transformando as áreas em um curto período de tempo”, ressaltou o pró-reitor.

Novos cursos

No último Encontro Regional do Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação – Região Norte (Foprop), no último dia 27 de setembro, no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém (PA), foi levantada a demanda para a criação de mais quatro cursos em Rede de doutorado, sendo eles, nas áreas de Ciências da Saúde, Educação, Engenharias e Meio Ambiente. As propostas estão sendo elaboradas por instituições da região Norte, dentre elas a UFT, e serão enviadas para a avaliação da Capes por meio da Apresentação de Propostas para Cursos Novos (APCN) ainda neste mês de outubro.

Avaliação da Capes

Segundo informações da Capes, foram analisados programas com, pelo menos, um ano de funcionamento. A Avaliação Quadrienal 2017 abrangeu 4.175 programas de pós-graduação em funcionamento no país, com 6.303 cursos em 49 áreas de conhecimento. Os resultados foram divulgados no dia 20 de setembro, sendo que 22 Programas de Pós-Graduação da UFT foram avaliados. As notas atribuídas pela Capes variam entre 1 e 7 considerando cinco itens na avaliação: proposta do programa, corpo docente, corpo discente, produção intelectual e inserção social.

Confira os Programas em Rede na UFT

registrado em:
Fim do conteúdo da página