Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Gestão > Órgãos Complementares > Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI)
Início do conteúdo da página

Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI)

Apresentação

Bem-vindo!

Este é o espaço para você conhecer melhor a área de Tecnologia da Informação (TI) da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

A Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) é a instância dentro da Universidade responsável por acompanhar, avaliar e implementar novas tecnologias nas áreas de telefonia, internet, redes de computadores, bancos de dados, sistemas de gestão, manutenção de equipamentos de TI, suporte ao usuário e controles de acesso.

Além disso, a DTI atua como Grupo de Compras de bens e serviços de TI instruindo os respectivos processos nas modalidades licitatórias previstas em lei.

Outra área de atuação da DTI é o planejamento estratégico e operacional em matéria de TI através do Plano Estratégico de Tecnologia da Informação (Peti) e do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI).

Estes dois documentos visam garantir que os investimentos em tecnologia da Universidade estejam alinhados com os objetivos institucionais definidos no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).

A DTI conta com uma equipe com pouco mais de 30 profissionais. Aqui você conhecerá um pouco do que fazemos.

Além disso, na seção Documentos você encontra o Plano Estratégico de TI (Peti), Plano Diretor de TI (PDTI) que trata das ações táticas e operacionais da área contendo necessidades, metas e ações.

Também disponibilizamos o Relatório de Gestão com informações de investimentos feitos, atendimentos realizados e muito mais.

Entre, a casa é sua!

Missão e Visão

A TI da UFT deve prover e manter infraestrutura (ex.: equipamentos, ativos, redes) suficiente para viabilizar o provimento de Serviços de TI (ex.: site, SIE, virtualização, storage) à comunidade universitária. Essa prestação inclui a capacitação e suporte ao usuário no uso desses serviços.

A TI deve, ainda, sob orientação do Comitê Gestor de Tecnologia da Informação (CGTI), gerir e administrar os serviços prestados, com indicadores próprios do setor, além de gerenciar seus recursos materiais e humanos disponibilizados pela UFT.

 

Valores

  • Ética
  • Comprometimento
  • Colaboração
  • Foco no cumprimento da Missão Institucional
  • Confiança
  • Excelência em TI
  • Pró-atividade

 

Objetivos Estratégicos



Governança de TI na UFT

A Governança em TI é um desdobramento da Governança Corporativa, esta entendida como um conjunto de boas práticas organizacionais que visam à transparência e eficácia na forma com que a organização é dirigida e monitorada.

No âmbito da TI a governança objetiva a garantia de que investimentos e processos de Tecnologia estejam alinhados às estratégias de negócio da organização e contribuam para que esta alcance os resultados a que se propõe.

Na Universidade Federal do Tocantins (UFT) a Governança de TI está refletida nos espaços institucionais relacionados à Tecnologia da Informação e às suas características de composição, funcionamento e relacionamento.

Nesse contexto, a Governança de TI da UFT é exercida por três agentes: o Comitê Gestor de Tecnologia da Informação (CGTI), a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) e os Núcleos de Tecnologia da Informação (NTIs).

O CGTI tem esfera de ação institucional, sendo responsável pela definição das políticas orientadoras para os projetos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) da Universidade e discussão das demandas originadas de qualquer setor.

O CGTI tem composição plural, com representantes de vários segmentos da comunidade acadêmica, usuária final dos serviços de TI. Sua existência e ação garantem, pois, que o direcionamento de recursos e projetos em TI observe o interesse da organização educacional, tendo a Tecnologia como um meio e nunca um fim.

A DTI tem esfera de ação operacional prioritária na Unidade Palmas e orientadora e normativa técnica em âmbito institucional, abrangendo neste caso os demais câmpus. Operacionaliza, em primeiro plano, normativas e políticas emanadas do CGTI e, de outro lado, provê apoio técnico a este Comitê. É constituída por profissionais de áreas tecnológicas como Telecomunicações, Redes, Banco de Dados, Desenvolvimento dentre outras, além de alguns servidores com formação em Gestão.

Os NTIs têm esfera de ação localizada circunscrita ao câmpus em que se situa, executando projetos de TI. Cada NTI tem uma subordinação administrativa à direção de seu câmpus, porém uma vinculação técnica com a DTI.

Organograma

Para desempenhar suas diversas funções a DTI se estrutura em áreas temáticas importantes na prestação de serviços e consolidação tecnológica.

Além destes setores organizados como Coordenações existe uma Central de Serviços responsável pelo atendimento inicial dos usuários, onde as demandas são registradas e encaminhadas para o setor ao qual compete a solução do problema.

O atendimento é registrado por meio da intranet da UFT, que reúne uma série de ferramentas de apoio à gestão dos incidentes relacionados aos serviços de TI.


Coordenação de Infraestrutura de TI

A Coordenação de Infraestrutura de TI atua na área de telecomunicações, administração e gerência de redes de computadores e segurança da informação, provendo serviços de hospedagem de sistemas, sites e projetos educacionais, armazenamento de dados, links de comunicações e troca de tráfego entre os câmpus da Universidade, além de monitoramento e controle da qualidade dos serviços de tecnologia providos pela Universidade. Cabe ainda ao setor, recomendar produtos e tecnologias que visem à ampliação do acesso à informação produzida pela Instituição.

Desta forma, atua desde o projeto (pensar modelos e produtos mais vantajosos), passando pelo processo de aquisição (auxílio na elaboração de termos e suporte às licitações) que continua no acompanhamento da entrega de bens e instalação dos serviços e na fiscalização dos contratos, sem prejuízo das atividades técnicas do setor.

Possui uma equipe formada por Administradores de Redes e Técnicos em Telecomunicações e tem como função principal manter a infraestrutura de TI da UFT, que compreende rede lógica, cabos telefônicos e fibras, ativos de rede e telefonia, armários de comunicação (DG e DIO), implantação e manutenção de servidores e sistemas, Centro de Processamento de Dados (CPD), entre outros.

Atribuições: manter a segurança da rede da Universidade; adquirir, administrar e implantar os ativos de redes; estudar novas tecnologias, com o intuito de aprimoramento dos serviços disponibilizados pela Instituição.

 

Principais serviços oferecidos:

  • Autenticação de usuário e webmail;
  • Acesso ao portal da Capes;
  • Hospedagem de páginas web;
  • Disponibilidade de internet para a Universidade, por meio da Rede Nacional de Pesquisa (RNP);
  • Manutenção das redes sem fio wireless (UFTAcad, UFTNet);
  • Esclarecimentos sobre funcionamento e operação da infraestrutura de TI da UFT, em todas as suas unidades;
  • Senhas telefônicas (nova senha/alteração/mudança de centro de custo/cancelamento);
  • Ativação de novo ramal/ponto lógico;
  • Implantação e manutenção de servidores e sistemas;
  • Mudança de endereço físico do ramal/ponto lógico;
  • Reparo/conserto de ramais/pontos lógicos;
  • Extrato de conta telefônica (individual/por setor/por câmpus);
  • Manutenção preventiva e corretiva da infraestrutura de TI (Telefonia e Dados);
  • Gerenciamento técnico dos contratos com operadoras de voz e dados e com locadoras de equipamentos;
  • Outros serviços correlatos (Serviço de voz sobre IP - VoIP, Backup).

Coordenação de Desenvolvimento de Software

São atribuições da Coordenação de Desenvolvimento de Software: planejar, coordenar e controlar a execução das atividades e projetos ligados aos sistemas de informação; desenvolver e manter o Portal da UFT (em parceria com a Dicom); estruturar, operacionalizar e administrar bancos de dados.

Principais serviços oferecidos:

  • Desenvolvimento de páginas web*;
  • Intranet.

 

* Para solicitação de criação e atualização de páginas/sites ("minihomes") no Portal UFT de setores acadêmicos e administrativos da Universidade (cursos, câmpus, núcleos, programas, projetos etc.) entre em contato com a Diretoria de Comunicação (Dicom) pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Coordenação de Sistemas de Gestão

Esta Coordenação é responsável pelo Sistema de Informações para o Ensino (SIE), que é um sistema modular que possibilita administrar uma instituição de ensino de forma mais eficiente, uma vez que, a automatização dos processos facilita e agiliza a realização das atividades, otimizando os recursos e reduzindo consideravelmente a inconsistência dos dados. A equipe tem como finalidade a implantação, manutenção e suporte aos módulos, submódulos e serviços inerentes às informações do SIE.

 

Principais serviços oferecidos:

  • Criação e manutenção de usuários;
  • Suporte técnico a todos os usuários;
  • Treinamento e difusão do módulo;
  • Consultoria de informatização de processos via SIE;
  • Elaboração de novos relatórios;
  • Implantação e manutenção dos portais, no website da UFT;
  • Consolidação de dados para envio ao Censo do Ensino Superior Inep/Mec;
  • Consolidação de dados para coleta do PingIfes/Mec;
  • Desenvolvimento de ferramentas para disponibilização de serviços online provenientes da base de dados do sistema de gestão.

Coordenação de Suporte e Manutenção

A equipe desta Coordenação tem como principal escopo a pesquisa, implantação, manutenção e suporte às soluções e novas tecnologias da informação, atuando em contato direto com os clientes que utilizam os equipamentos e serviços de TI da UFT.

 

Principais serviços oferecidos:

  • Suporte ao usuário;
  • Manutenção e instalação de equipamentos de TI;
  • Transmissão de vídeos (streaming e videoconferências).

Núcleo Administrativo de TI

O Núcleo Administrativo de TI é o setor responsável pelas funções administrativas da DTI, notadamente, a fiscalização de contratos e suporte gerencial e jurídico à Diretoria e órgãos de TI. Devido à dinâmica própria da área de Tecnologia este setor propicia à DTI agilidade no acompanhamento das normativas internas e externas, e respectivas adequações de processos, quando necessário. Tem como objetivo, ainda, o conhecimento dos processos inerentes à área de TI, sua sistematização e aperfeiçoamento.

 

Principais serviços oferecidos:

  • Assessoria jurídico­-administrativa aos órgãos de TI da UFT (ex.: DTI, Comitê Gestor de TI).;
  • Fomentar e gerenciar a elaboração do plano de compras da DTI;
  • Apoiar a fiscalização de contratos de TI firmados pela UFT;
  • Assessoria jurídico­-administrativa aos órgãos de TI da UFT (ex.: DTI, Comitê Gestor de TI).;
  • Emitir Extrato Anual de Despesas de TI para matriz de orçamento;
  • Lançar no Siasg e acompanhar o pagamento de nota fiscal de bens e serviços de TI;
  • Manter arquivo de faturas;
  • Elaborar Relatórios de Gestão;

Grupo de Compras de TI

O Núcleo Administrativo de TI é o setor responsável por efetuar aquisição de bens e serviços de TI, porém o processo de aquisição inicia-se com ações do requisitante.

Os itens principais de TI adquiridos pela DTI são:

  • Computadores e seus periféricos
  • Notebooks
  • Tablets
  • Memórias portáteis
  • Ativos de rede (Gbic, switchaccess point)
  • Cabeamentos diversos
  • Software
  • Aparelhos de telefone e VoIP
  • Lousa interativa
  • Projetores multimídia

É preciso dizer que o planejamento é ferramenta indispensável para gestores e docentes já que a DTI não possui materiais em estoque e o processo de compra público pode demandar tempo e, por vezes, nem mesmo ser possível de se concluir.

 

Entendendo a compra pública

Aquisições por órgãos públicos observam estritamente leis, decretos e instruções normativas.

Há basicamente três opções utilizadas pela DTI para viabilizar compras: Sistema de Registro de Preço (SRP), Carona e Licitação própria.

 

Sistema de Registro de Preço (SRP)

O Registro de Preço é uma licitação onde não há a obrigação da UFT adquirir os bens/serviços. Os preços e condições vencedores são registrados em documentos chamados Atas de Registro de Preço.

Tanto pode a Universidade realizar seu próprio Registro de Preço, quanto pode aderir a outro Registro a ser realizado por outro órgão público federal através de uma Intenção de Registro de Preço - IRP. Nesse caso, a UFT participa desde a origem do processo de Registro de Preço. A Ata resultante têm validade de 1 ano, período no qual pode-se adquirir no todo ou em parte o que foi licitado. É a forma mais recomendada para adquirir produtos de TI.

Para fazer uso dessa modalidade é indispensável que o requisitante, com antecedência, informe (e-mail ou impresso) à DTI aquilo que pretende adquirir em futuro próximo. Não é necessária disponibilidade orçamentária para se fazer uma IRP, porém o requisitante somente poderá iniciar o processo efetivo de compra na oportunidade em que tiver o recurso disponível.

 

Carona

Excepcionalmente, a DTI pode solicitar uma adesão tardia em um Registro de Preço já realizado por outro órgão público federal, o que se chama Carona. Neste caso fica a critério deste órgão e do fornecedor aceitar ou não a solicitação da DTI.

A duração de processo é variável (máximo de 120 dias para receber o produto, contado da entrega da SMS na caixa do Núcleo Administrativo de TI) porque depende de respostas do órgão e do fornecedor e pode, inclusive, frustrar a compra com a negativa ao pedido de Carona. Nesta modalidade, a UFT não é detentora da Ata de Registro de Preços. Assim, tem prazo de 90 dias para emitir empenho no Siafi, contados da autorização da adesão.

 

Licitação Própria

Ocorre quando não há disponibilidade do item desejado no SRP. Neste caso o requisitante precisa fornecer informação detalhada e técnica suficiente para a construção de um Termo de Referência, participando, inclusive, de sua elaboração e apoio durante o procedimento licitatório.

Esta é a forma mais demorada para se fazer uma aquisição, mas única possível quando não há disponibilidade do produto em Atas de Registro de Preço, ou quando a aquisição ou contratação não puder se dar por SRP.

 

Como proceder

O primeiro passo é verificar se a UFT possui o produto desejado em alguma Ata de Registro de Preço. Para isso acesse a intranet, vá em Licitações e consulte a lista de Registro de Preço. Se o item estiver registrado a aquisição será feita de modo mais ágil.

Se o produto desejado não estiver registrado pela UFT consulte o Catálogo de Produtos, também na intranet. Este Catálogo lista, quase exclusivamente, os bens anteriormente registrados pela Universidade, com descrição e classificação da despesa e, em muitos casos, o último preço pago pela UFT.

Processos de compras na Universidade somente podem ocorrer com item constante no Catálogo de Produtos. Se o bem desejado não constar no Catálogo, entre em Contato com o Almoxarifado Central, na Reitoria, ramal 8059, e solicite uma inclusão.

O processo administrativo de compra se inicia através do sistema SIE. Usa-se Solicitação de Empenho SIE se houver o produto registrado pela Universidade.

Quando o demandante não encontrar na intranet o produto que necessita já registrado pela UFT, deve então criar uma SMS, de natureza Registro de Preço.

Eventualmente, na impossibilidade de Registrar o produto através de uma IRP, por questões como quantidade, a DTI comunicará o requisitante para substituir a SMS por uma de natureza Empenho, a fim de que se possa tentar efetivar a compra, alternativamente, através de uma Carona.

 

É bom saber que:

Para as demandas de projetos, exceto os descentralizados, a SMS ou Solicitação de Empenho SIE deve ser gerada pelo Administrador de cada câmpus e aprovada pela UG – Proext. É imprescindível que o Professor (responsável pelo projeto) tenha tido contato prévio com o Gerente de Projetos, na Pró-Reitoria de Extensão (Proex) em Palmas, para orientação nos procedimentos;

Os responsáveis por projetos descentralizados deverão verificar questões sobre seus recursos na Pró-Reitoria de Administração (Proad);

Projetos de pesquisa normalmente estão vinculados à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq);

Para as aquisições não vinculadas a projetos o solicitante deve contatar o responsável pela Unidade Gestora;

 

Usando o SIE para iniciar um processo de compra

Ao entrar na intranet acesse a área do SIE, depois vá em Manuais e Videoaulas e confira os pequenos vídeos que demonstram como usar o sistema para realizar compras.

Se ainda precisar de ajuda contate a Coordenação de Sistemas de Gestão, no ramal 8520.

 

Tramitação do seu pedido de compra

O requisitante deve acompanhar a tramitação de todo o processo, o qual passará por diversos setores da Universidade. Isso pode ser feito pelo SIE ou através da intranet, no campo de pesquisa informando-se o número da SMS ou do processo.

É importante lembrar que a DTI inicialmente solicitará autorização orçamentária e financeira para efetivar a aquisição, que será concedida pela Proad em se tratando de compras com recursos descentralizados, ou Proap se for com recursos do orçamento da UFT.

Sem as autorizações nenhum procedimento para a aquisição será feito pela DTI.

Na SMS, o requisitante deve informar no campo “Justificativa” a origem dos recursos.

Intranet

A Intranet da UFT é uma ampla plataforma que concentra diversos serviços de interesse da comunidade universitária, nas categorias abaixo. Acesse agora em http://www.intranet.uft.edu.br.

Serviços

  • Avaliação de Desempenho
  • Avaliação Institucional
  • Calendário
  • Classificados
  • CPA Avaliações Disciplinas/Professor
  • Licitações Contrato/Registro de Preço
  • Lista de Ramais
  • Meus Processos
  • Moodle/EaD
  • Perfil
  • Remoção Interna
  • Solicitação de Serviços
  • Sou UFT
  • Wiki

 

Desenvolvimento Humano

  • Circulares, memorandos e outros
  • Saúde do Servidor
  • Servidores

 

Boletim Interno

 

Portfólio

  • Acadêmico
  • Eventos
  • Links Externos
  • Pesquisa e Extensão
  • Portais UFT

 

SIE

  • Bens Patrimoniais
  • Catálogo de Produtos
  • Chefias
  • Consulta Processo
  • Consulta SMS
  • Manuais e Acessos
  • Pesquisa Biblioteca
  • Projetos
  • Termo de Referência

Principais portais de serviços que a DTI disponibiliza à comunidade UFT:

Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI)

Endereço:
Universidade Federal do Tocantins (UFT) | Câmpus de Palmas
Avenida NS 15, Quadra 109 Norte | Plano Diretor Norte
Bloco IV, sala 125
Palmas/TO | 77001-090

 

Telefone (Geral/Recepção): (63) 3232-8034
E-mail (Geral): Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Diretor: Juliano Alves Rios
Contatos: (63) 3232-8034 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Central de Serviços e Atendimento
Responsável: Keitiane Ribeiro
Contatos: (63) 3232-8034 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Comitê Gestor de Tecnologia da Informação
Secretária Executiva: Ediane Dias
Contatos: (63) 3232-8197| Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Coordenadoria de Infraestrutura de TI
Coordenador: Saulo Florentino da Mota
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Coordenadoria de Suporte e Manutenção
Coordenador: Jefferson Victor Araujo
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Coordenadoria de Desenvolvimento de Software
Coordenador: Rodolfo Medeiros
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Coordenadoria do Sistema de Gestão (SIE)
Coordenadora: Daniela Trevisan
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Núcleo Administrativo de TI
Coordenador: Leandro Carvalho
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

registrado em:
Fim do conteúdo da página