Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Dicom > Identidade Visual
Início do conteúdo da página

Identidade Visual

A identidade visual da UFT adotada atualmente foi aprovada pelo Conselho Universitário (Consuni) no dia 28 de maio de 2014 e apresentada à comunidade universitária no dia 10 de junho de 2014, na ocasião das comemorações dos 11 anos de implantação da Universidade.

O Brasão e a Marca, principais referências simbólicas, foram elaborados pelo professor do Curso de Jornalismo da UFT e designer gráfico, Frederico Salomé, com a colaboração de servidores do Job (Setor de Publicidade Institucional da Dicom).

Símbolos da UFT (Arte: Fred Salomé / Job / Dicom, Divulgação)Símbolos da UFT (Arte: Fred Salomé / Job / Dicom, Divulgação)

 

Inspirados na natureza fértil do Tocantins e na natureza da própria Universidade – de produzir e difundir conhecimentos por meio do ensino, da pesquisa e da extensão – o Brasão e a Marca sintetizam a estrutura organizacional, a história, a missão, a visão e os valores da UFT, e representam a evolução, o amadurecimento e a consolidação da Universidade em contraste com a marca anterior, que retratava a Instituição ainda em processo de germinação.

Linha do Tempo da Identidade Visual da UFT  (Arte: Divulgação)Linha do Tempo da Identidade Visual da UFT (Arte: Divulgação)

 

Destacam-se no conjunto características como o uso de linhas leves e traços contemporâneos, sem excessos de rebuscamento, relevos e texturas. O estilo simples, quase minimalista, também é marcado pela predominância de retas e ângulos, e pelo uso de cores sólidas.

Nas palavras do designer Frederico Salomé, “os elementos simbólicos apontam para o futuro da Universidade, dialogam com o presente da Instituição e valorizam o seu passado”.

O elemento central do Brasão, que é a essência da marca, representa a própria estrutura da Universidade, com seus sete câmpus originais – Arraias, Araguaína, Gurupi, Miracema, Porto Nacional, Palmas e Tocantinópolis. Sete partes, que se encaixam como peças de um quebra-cabeça, formam a sigla UFT no logotipo, em letras largas e maiúsculas, assentadas de forma regular, evidenciando a solidez de uma Instituição consolidada.

 

Logotipo UFT (Arte: Divulgação)Logotipo UFT (Arte: Divulgação)

 

Acima da sigla, a linha azul representa o Rio Tocantins, fonte de vida e de desenvolvimento, que cruza o Estado de Norte a Sul e interliga todos os câmpus.

A parte entre o U e o F, única que “atravessa o rio” e conecta-se, portanto, com todas as demais, representa Palmas, sede da Reitoria, e as representações dos demais câmpus são dispostas da esquerda para direita, da parte superior para a parte inferior, por ordem alfabética.

 

Base do Brasão (Arte: Divulgação)Base do Brasão (Arte: Divulgação)

 

O nome é sublinhado por uma base verde que remete à cor que marcou a identidade visual da Universidade em seus primeiros anos, e também representa o contexto da Amazônia Legal onde a UFT se insere como vetor de desenvolvimento.

As três flores brancas e amarelas são de jasmim-manga, espécie característica do cerrado, e simbolizam os três eixos vitais da Universidade, em igual escala de importância: ensino, pesquisa e extensão. Abaixo delas, uma faixa traz o nome da Instituição por extenso.

 

Topo Brasão (Arte: Divulgação)Topo Brasão (Arte: Divulgação)

 

No alto do Brasão, os sete feixes amarelos são outra referência aos sete câmpus. Ao mesmo tempo, representam o sol, que é símbolo do Tocantins, e fazem alusão à identificação da UFT com a cultura e a causa indígena e regional, pelo formato que remete a adornos de cabeça confeccionados com plumas e penas pelos povos nativos. Os feixes apontam para o Norte, indicando o caminho da luz, do conhecimento  e da sabedoria.

 

Bandeira (Arte: Divulgação)Bandeira (Arte: Divulgação)

 

Além do Brasão e da Marca – que traz apenas a parte central do Brasão nas versões horizontal e vertical entre faixas azul e verde – a UFT possui ainda uma bandeira, símbolo da autonomia universitária, que destaca os principais elementos do brasão para representar a Universidade ao lado de outros pavilhões como o nacional, o estadual e o municipal.

No vídeo abaixo, gravado à época do lançamento da atual identidade visual da UFT, o designer Fred Salomé fala sobre o processo de criação e o significado dos símbolos adotados pela Universidade.

 

 

Usos

O Brasão é a principal representação gráfica da Universidade. Consiste em uma composição visual exclusiva e padronizada em formato de escudo que sintetiza, por meio de elementos gráficos simbólicos, o nome, a estrutura organizacional, a história, a missão, a visão e os valores da Instituição.

 

Já a Marca UFT (logotipo) é a derivação simplificada e menos solene do Brasão, que inclui apenas seus elementos centrais, podendo ser aplicada nas versões vertical e horizontal (com o nome da Universidade escrito por extenso ao lado esquerdo da sigla graficamente representada).

Via de regra o Brasão é utilizado em cabeçalhos e capas de documentos, e em situações ou peças que exijam maior formalidade. Em peças de viés mais publicitário, como cartazes (físicos ou digitais), fôlderes, folhetos, camisetas etc., rodapés de documentos, assinaturas de e-mails e outros casos de menos solenidade, o símbolo adequado é a Marca UFT.

Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre o uso da imagem e da identidade visual da UFT, solicitar a criação de peças gráficas ou a verificação de artes pré-elaboradas antes da divulgação consulte o Job - Setor de Publicidade Institucional da Dicom. Contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Fim do conteúdo da página