Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Agronomia > Marcadores
Início do conteúdo da página

Mestrado

Inscrições para o Mestrado em Agroenergia estão abertas até o dia 21

As inscrições para o processo de seleção para o Mestrado Acadêmico em Agroenergia da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Câmpus de Palmas, estão abertas até o dia 21 de outubro. Ao todo são ofertadas 18 vagas a serem  distribuídas  conforme demanda  entre  os  docentes permanentes  do  Programa,  sendo  que três  vagas serão entre  os  candidatos  que  se declararem e comprovarem serem portadores de necessidades especiais, indígena ou negro.

O curso de Mestrado em Agroenergia tem definidas duas áreas de concentração: Cultivos Bioenergéticos e Tecnologias de Transformação. As linhas de pesquisa do Mestrado compreendem: Cultivos Bioenergéticos - Sistemas  de  produção  e melhoramento  de  culturas  visando  à  produção  de biocombustíveis e Aspectos socioeconômicos de sistemas de agroenergia; Tecnologias de Transformação - Processos  de  obtenção  de  biocombustíveis  e  avaliação  de  aproveitamento  de  seus resíduos.

Inscrições
As inscrições podem ser realizadas por Sedex, encaminhado até o último dia de inscrição para o endereço postal do Programa; pessoalmente, na Secretaria do Programa ou por procuração devidamente constituída. A taxa de inscrição é R$ 85 reais. O valor correspondente deverá ser pago por meio de Guia de Recolhimento da União - GRU, que deverá ser apresentado junto aos documentos de inscrição.

Os editais publicados podem ser acessados aqui.

Mais  informações  podem  ser  obtidas pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou  no  site www.uft.edu.br.

Matrícula para os aprovados no Mestrado Profissional em Administração Pública iniciam nesta sexta (14)

Iniciam, nesta sexta-feira (14), as matrículas para os aprovados na seleção ao Mestrado Profissional em Administração Pública (Profiap). Ao todo, a Universidade Federal do Tocantins (UFT) oferece 10 vagas, sendo sete para servidores da instituição e três para ampla concorrência.

As matrículas seguem até o dia 20 de outubro, e devem ser feitas, pessoalmente, no prédio do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Câmpus de Palmas, das 8h30 às 11h30. O edital da convocação da matrícula pode ser acessado aqui.

O Mestrado Profissional em Administração Pública é mais uma pós-graduação para qualificação e aperfeiçoamento dos servidores da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Aula inaugural

No dia 28 de outubro, às 17h, no prédio do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Câmpus de Palmas da UFT, ocorre a Aula Inaugural do Profiap para os alunos aprovados e demais interessados. Na ocasião, estará presente o professor Armindo dos Santos Teodósio da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) que palestrará sobre "Pareceria Intersetoriais entre Estado, Sociedade Civil e Empresas".

Fonte: Currículo Lattes/ CNPq

 

Mudanças promovidas na vida de professores pelo ProEB é destaque em programa da Capes

O Programa de Mestrado Profissional para Qualificação de Professores da Rede Pública de Educação Básica (ProEB), na Universidade Federal de Tocantins (UFT), Câmpus de Araguaína foi um dos destaques da Capes TV. O episódio mostrou a história de pessoas como o senhor José Humberto Barbosa, professor de História formado há 18 anos, que desejava continuar seus estudos, mas onde ele mora, não havia cursos de pós-graduação na sua área.

Com a chegada do ProEB na UFT, em Araguaína, a realidade do professor mudou. Em 2016, José Humberto concluiu sua pós-graduação e aprofundou seus conhecimentos. “O mestrado me abriu todo um leque de conhecimentos, principalmente no que se refere à teoria. Melhorou muito minha prática, porque se entra em contato com outros temas, outras leituras”, explica Humberto, que passou a utilizar textos literários, historiográficos, jornalísticos, além de documentários, em suas aulas em uma escola pública de Araguaína.

 

O ProEB

O programa oferece formação continuada stricto sensu a professores em exercício, em parceria com as instituições de ensino superior e sistemas de educação estaduais e municipais. Para isso, a CAPES concede bolsas aos estudantes e fomento aos cursos nas modalidades semipresencial, no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Dos sete mil alunos que fazem os cursos, 2,1 mil são bolsistas.

A coordenadora do Mestrado Profissional de História da UFT em Araguaína, Vera Lúcia Caixeta, explica que antes, para fazer a pós-graduação nesta área, era preciso viajar cerca de mil quilômetros. “O curso possibilitou que vários professores retornassem à universidade”, comemora.

Mudanças

Para acompanhar de perto a execução do ProEB, técnicos da CAPES têm percorrido várias cidades do país. O objetivo deste monitoramento é verificar como os professores da educação básica estão aplicando em sala de aula a dissertação que desenvolveram no mestrado profissional.

Na avaliação de professoras que fizeram o mestrado, mudanças já podem ser percebidas na rotina do trabalho. “ Usei um livro do Monteiro Lobato para dar aula sobre o período da República Velha. Os alunos puderam avaliar, identificar o autor como um sujeito”, conta Lucialine Duarte, que leciona História em Araguaína.

Este ano já foram feitas seis visitas de monitoramento às diversas áreas do mestrado profissional. A última, da área de História, ocorreu na unidade de Araguaína da UFT, no dia 30 de outubro. Além de reuniões com coordenadores de cursos e estudantes do mestrado profissional, os técnicos da CAPES visitaram escolas públicas da cidade.

“Com o monitoramento foi possível identificarmos as melhorias no programa em relação à formação dos professores aqui da região na área de História”, comenta Luiz Lira, coordenação Geral de Programas e Cursos de Ensino a Distância da CAPES. “Os produtos educacionais gerados no programa estão de fato provocando a melhoria no ensino em sala de aula”, constata ela. 

 

Programa de Mestrado Profissional em Letras - ProfLetras

Processo Seletivo 01/2016

Inscrições de 22 de agosto a 19 de setembro de 2016. Mais informações aqui.

 Bem-vindo à página do Programa de

Mestrado Profissional em Letras na UFT

>>> Acesse também a página da Capes sobre o ProfLetras e o site do ProfLetras da UFRN. <<<

..

Apresentação

O Programa de Mestrado Profissional em Letras (ProfLetras), oferecido em rede nacional, é um curso de pós-graduação stricto sensu que conta com a participação de instituições de ensino superior públicas no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB)e é coordenado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O programa tem como objetivo, a médio prazo, a formação de professores do ensino fundamental no ensino de língua portuguesa em todo o território nacional.

O público-alvo do ProfLetras é constituído por docentes de todas as gerações de egressos de cursos de graduação em letras e que lecionam língua portuguesa no Ensino Fundamental.

 

Objetivos

A capacitação de docentes em nível de mestrado profissional, por meio do ProfLetras, tem como objetivos:

  • o aumento da qualidade do ensino dos alunos do nível fundamental, com vistas a efetivar a desejada curva ascendente quanto à proficiência desses alunos no que se refere às habilidades de leitura e de escrita;
  • o declínio das atuais taxas de evasão dos alunos durante o Ensino Fundamental;
  • o multiletramento exigido no mundo globalizado com a presença da internet;
  • o desenvolvimento de pedagogias que efetivem a proficiência em letramentos compatível aos nove anos cursados durante o Ensino Fundamental.

 

O ProfLetras busca também concretizar os seguintes objetivos:

  • qualificar os mestrandos/docentes para desenvolver múltiplas competências comunicativas dos alunos em ambiente online e offline;
  • instrumentalizar os mestrandos/professores do ensino fundamental de maneira que eles passem a bem conduzir classes heterogêneas, seja do ponto de vista de níveis de competências linguísticas dos alunos, seja no que tange aos quadros de desenvolvimento atípicos que os alunos apresentem;
  • indicar os meios adequados para trabalhar diferentes gêneros discursivos e tipos textuais nas práticas de ensino e da aprendizagem da escrita, da leitura e da produção textual em suportes digitais e não digitais;
  • salientar as funções referenciais e metacognitivas das línguas de forma que os docentes saibam trabalhar peças textuais com traços literais e não literais, distinguindo-as, assim, os planos denotativo e conotativo da linguagem e dos textos;
  • aprofundar os conhecimentos dos docentes no que se refere aos diversos subsistemas fonológico, morfológico, sintático e semântico-pragmático da linguagem;
  • instrumentalizar os docentes de Ensino Fundamental com objetivo de elaborar material didático inovador que lance mão, quando conveniente e relevante, de recursos tecnológicos modernos à disposição.
     

Com esses objetivos e considerando as múltiplas tendências teórico-metodológicas e uma perspectiva fortemente transdisciplinar, o ProfLetras busca formar professores de Língua Portuguesa voltados para a inovação na sala de aula, ao mesmo tempo que, de forma crítica e responsável, possam refletir acerca de questões relevantes sobre diferentes usos da linguagem presentes contemporaneamente na sociedade. Esse professor precisará responder aos desafios educacionais do Brasil contemporâneo, considerando princípios fundamentais da construção de uma educação linguística que vise a práticas sociais mediadas pela linguagem.

Linhas de Pesquisa

O ProfLetras está constituído de uma única área de concentração: Linguagens e letramentos. A essa área se vinculam duas linhas de pesquisa: Teorias da linguagem e ensino; Leitura e produção textual: diversidade social e práticas docentes.

Área de concentração: Linguagens e letramentos - Na formação do professor que atua no ensino fundamental é indispensável o aprofundamento do seu conhecimento nos estudos voltados para a linguagem, o que lhe possibilitará uma posição madura intelectualmente, permitindo-lhe posicionar-se frente à realidade linguística do aluno nos mais diferentes níveis, associados à linguagem e à sua leitura de mundo. É com essa visão que a única área de concentração do Profletras dá conta de uma proposta ampla o suficiente para reunir linhas de pesquisa com disciplinas associadas que articulam as modalidades oral e escrita, permeando estudos em diferentes concepções, sejam práticas, teóricas, formais ou não formais.

 

Linhas de Pesquisa:

1. Teorias da Linguagem e Ensino - Esta linha de pesquisa visa retomar as noções de língua e linguagem, bem como a distinguir as linguagens naturais das artificiais. Ademais, tem o intuito de consolidar estudos sumariados na sequência: descrição e normatização das linguagens; avaliação de processos fonológicos que interferem na aquisição da leitura e da escrita; domínios textuais e semântico-discursivos; produção e efeitos de sentido nas linguagens naturais e não naturais; identidades e construções antropo-culturais e literárias; dialogicidade entre comunidades discursivas e produções literárias e demais manifestações culturais; formação do leitor.

 

2. Leitura e Produção Textual: diversidade social e práticas docentes - Esta linha de pesquisa tem como foco estudos que se voltem para ensino e aprendizagem da leitura e da produção textual; panorama crítico do ensino da língua portuguesa e/ou da literatura; práticas de letramento e multimodalidade; educação inclusiva e habilidades escolares de leitura e escrita; transtornos de linguagem e de aprendizagem; interculturalidade e multilinguismo; produção de material didático inovador.

Processos Seletivos

Para atender à formação básica e específica, o Profletras prevê um processo de seleção baseado em prova escrita, com a finalidade de avaliar as habilidades de leitura e de escrita. Essa etapa será conduzida pelo conselho gestor, cujas atribuições incluem a escolha dos docentes aptos a cursar o Profletras face ao desempenho considerado adequado. Serão ofertadas até 1 mil vagas, anualmente, distribuídas entre as instituições participantes.

Informações sobre o processo seletivo e disponibilidade de vagas por instituição participante podem ser obtidas no site do Programa de Mestrado Profissional em Letras - ProfLetras - da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Disciplinas

Disciplinas de Fundamentação:

  1. Alfabetização e letramento
  2. Elaboração de projetos e tecnologia educacional
     

Disciplinas Obrigatórias:

  1. Fonologia, variação e ensino
  2. Gramática, variação e ensino texto e ensino
  3. Aspectos sociocognitivos e metacognitivos da leitura e da escrita
  4. Leitura do texto literário
  5. Texto e ensino
     

Disciplinas Optativas:

  1. Ensino da escrita, didatização e avaliação
  2. Linguagem, práticas sociais e ensino
  3. Função sociossimbólica da linguagem
  4. Práticas de oralidade e práticas letradas do 1o ao 5o ano
  5. Práticas de oralidade e práticas letradas do 6o ao 9o ano
  6. Erros de decodificação na leitura: rotas e graus de atipicidade dos sujeitos
  7. Erros de escrita: previsibilidade e atipicidade
  8. Gêneros discursivos/textuais e práticas sociais
  9. Estratégias do trabalho pedagógico com a leitura e a escrita
  10. Literatura infanto-juvenil
  11. Literatura e ensino
  12. Produção de material didático para o ensino de Língua Portuguesa como adicional
     

Outras Atividades:

  1. Exame de qualificação
  2. Pesquisa

Docentes
Clique sobre os nomes para acessar os respectivos Currículos Lattes.

Linha de Pesquisa I: Teoria da Linguagem e Ensino

  • Profa. Dra. Ana Cláudia Castiglioni
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Prof. Dr. Francisco Edviges Albuquerque
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Profa. Dra. Janete Silva dos Santos
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Prof. Dr. João de Deus Leite
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Prof. Dr. Luiz Roberto Peel Furtado Oliveira
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Profa. Dra. Luiza Helena Oliveira da Silva
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Profa. Dra. Selma Maria Abdalla Dias Barbosa
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Linha de Pesquisa II: Leitura e Produção Textual: diversidade social e práticas docentes

  • Profa. Dra. Isabel Cristina Auler Pereira
    Câmpus de Palmas | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Profa. Dra. Jusceia Aparecida Veiga Garbeline
    Câmpus de Porto Nacional | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Profa. Dra. Karylleila dos Santos Andrade
    Câmpus de Palmas | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Prof. Dr. Márcio Araújo de Melo
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Profa. Dra. Maria José de Pinho
    Câmpus de Palmas | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Profa. Dra. Valéria da Silva Medeiros
    Câmpus de Araguaína | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Prof. Dr. Wagner Rodrigues Silva
    Câmpus de Palmas | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Discentes

Turma 2015

  • Andréia Cristina Fidelis da Silva
  • Antonio Alexandre de Almeida
  • Auremita Rodrigues Ribeiro da Silva
  • Cristhiane Fernandes
  • Dayanne de Kácia Milhomem Ferreira
  • Elizangela Cardoso Arrais
  • Gislaine de Paula Barbosa
  • Janner Sousa Araújo
  • Jaquelene Mendes Martins
  • Josefa dos Santos Silva
  • Leidilandia Oliveira Lima
  • Leonardo Batista da Silva
  • Leyciane Lima Oliveira
  • Marcia Helena Costa Ribeiro
  • Maria Clara de Barros
     

Turma 2014

  • Aylizara Pinheiro dos Reis
  • Benedito Salazar Sousa
  • Carolline de Castro Alves Feitosa
  • Edjane Nunes Santos
  • Jacielle da Silva Santo
  • Jailton Alves Pereira
  • Juliane Pereira Sales
  • Márcia Regina Silva Freitas
  • Maria Socorro da Silva
  • Najla Brandão da Silva
  • Raimunda Araújo da Silveira
  • Rosiene Pereira da Costa Barros
  • Viviane Gonçalves Brandão
     

Turma 2013

  • Andréia da Costa Pinto
  • Aparecida Barbosa de Morais Gualberto
  • Edina Félix da Silva
  • Érica de Cássia Maia Ferreira Rodrigues
  • Francisca Maria Cerqueira da Silva
  • Izaaque Paulino Coelho
  • Juscicleia Santos Cardoso
  • Kênia Cristina Santos Monteiro
  • Leicijane da Silva Barros
  • Luzinete Silva Macedo
  • Marina Oliveira Rodrigues
  • Mario Ribeiro Morais
  • Michelle Fragoso Santos
  • Michelle Morais Domingos
  • Robervânia de Lima Sá Silva
  • Roseli Martins de Matos
  • Rosielson Soares de Sousa
  • Seane Oliveira Xavier Bezerra
  • Uagne Coelho Pereira
  • Vera Barros Brandão R. Garcia
  • Zenaide Gomes de Oliveira

Discentes

Não há egressos cadastrados na página.

Agenda de Defesas

Não há defesas agendadas cadastradas na página.

Agenda de Eventos

Não há eventos cadastrados na página.

Contatos

Endereço:
Universidade Federal do Tocantins (UFT) | Câmpus de Araguaína - Unidade Cimba
Avenida Paraguai, s/nº, esquina com a Rua Uxiramas | Setor Cimba
Araguaína/TO | 77824-838

Telefone:(63) 2112-2255
E-mail:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Site:www.uft.edu.br/profletras

Coordenadora: Luiza Helena Oliveira da Silva – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Secretária:Alexsandra Bezerra de Sousa

Programa de Pós-Graduação em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos (PPGPJDH)

Escola Superior da Magistratura Tocantinense - Esmat Avenida Teotônio Segurado, Quadra 602 Sul, Conjunto 01, Lote nº 13
Fim do conteúdo da página