Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Projeto Hackatruck capacita para criação de aplicativos

Por Erica Regina Ferreira e Daniel dos Santos | Publicado: Terça, 03 de Janeiro de 2017, 13h08 | Última atualização em Quarta, 04 de Janeiro de 2017, 11h12

Na manhã desta terça-feira (3), foi realizada, no Câmpus de Palmas, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), a primeira aula do projeto Hackatruck. Trata-se de um curso de capacitação em criação de aplicativos dentro de um caminhão. O projeto foi idealizado pelo Instituto Eldorado junto à International Business Machines (IBM), e há um ano está percorrendo as instituições de ensino superior do Brasil. Durante sua programação, os alunos terão a oportunidade de desenvolver softwares e aplicativos para a plataforma Apple (iPhone, iPad, entre outros).

Estudantes de Ciências da Computação participam do projeto (Foto: Erica Regina)Estudantes de Ciências da Computação participam do projeto (Foto: Erica Regina)
O público-alvo do projeto são os estudantes do curso de Ciência da Computação, mas haverá palestras e seminários destinados à comunidade externa a partir da próxima segunda-feira (9), até dia 20, entre 12h30 e 13h30. São disponibilizadas vagas para 50 pessoas, a serem preenchidas por ordem de chegada.

Segundo o coordenador do curso de Ciência da Computação, professor Ary Henrique Oliveira, o objetivo de abrir a programação para o público externo é incentivar o interesse pela área de tecnologia e informática. “Queremos aumentar a demanda de cursos como Ciência da Computação e outros voltados para esta área”, disse.

O coordenador destacou a importância do Hackatruck tanto para os acadêmicos, como para a comunidade em geral. “Este projeto é um motivador a mais, pois os equipamentos disponibilizados aqui são extremamente caros e difíceis de a instituição adquirir. Dessa forma, a comunidade externa e interna terão acesso a ferramentas tecnológicas diferenciadas. A importância de tudo isso é levar profissionais capacitados para a parte de comércio e indústria”, declarou.

A programação do curso é mesclada entre virtual e presencial, e cada estudante terá acesso a um computador Macbook pro, um iPad, e um iPhone, além da impressora 3D, óculos de realidade virtual e realidade aumentada, à plataforma de inteligência artificial, e um equipamento que trabalha com cognição e aprendizado.

A aluna do 2º período do curso de Ciência da Computação, Larissa Cristina, falou da experiência de participar do projeto. “Estou achando tudo muito interessante. Acredito que o projeto agregará bastante conhecimento para o nosso currículo, é tudo muito novo para nós”, disse.

O curso segue até o dia 20 e oferta 58 vagas, divididas entre os períodos matutino e vespertino. Os estudantes receberão o certificado com o equivalente a 30 horas, e a comunidade externa receberá pela quantidade de palestras assistidas, sendo que cada palestra equivale a duas horas. Segue abaixo o quadro com a programação de palestras abertas da próxima semana, entre 12h30 às 13h30.

09/01 - Oficina do Futuro
11/01 - Carreira em Tecnologia da Informação (TI) e Inovação
12/01 - Como grandes empresas podem se tornar Startups
13/01 - Novas tendências em Tecnologia da Informação (TI)

registrado em:
marcador(es): Palmas
Fim do conteúdo da página